Mais de meio milhão de contas do Zoom vendidas na Dark Web

Mais de meio milhão de contas do Zoom vendidas na Dark Web

15 Abril, 2020 0 Por Joel Pinto

Apesar das diversas queixas de falta de privacidade e de segurança, o Zoom continua a ser uma das aplicações mais utilizadas em todo o mundo. Mesmo após as revelações sobre a sua falta de criptografia de ponta a ponta, o redirecionamento de determinadas chamadas para a China, e a descoberta de uma enorme falha de segurança, a aplicação continua a ser amplamente utilizada. Diversos organismos públicos em todo o mundo, inclusive em Portugal, já proibiram a utilização da aplicação. As falhas são de tal ordem gigantes, que até a Google proibiu a instalação do Zoom por parte dos seus funcionários.

Se a situação já não parecia fácil para a aplicação, agora parece que ainda vai ficar pior, já que segundo as informações mais recentes, mais de meio milhão de contas do Zoom, mais especificamente 530 mil contas, foram vendidas nos fóruns da Dark Web.

Milhares de contas do Zoom vendidas na Dark Web

Essas centenas de milhares de contas foram espalhadas na Dark Web na forma de listas de identificadores (endereço de email + password). A empresa de segurança cibernética Cyble chegou a comprar a lista completa de 530.000 contas a um preço de US $ 0,0020 por conta. Esse preço bastante baixo sugere que os hackers, mais uma vez, queriam acima de tudo aumentar a sua reputação, em vez de obter uma grande contribuição financeira.

Os utilizadores do Zoom que quiserem saber se a sua conta faz parte da lista de contas roubadas, e depois vendidas, de visitar o site da Cyble, aqui.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.