MediaTek cresce no segundo trimestre de 2020

MediaTek cresce no segundo trimestre de 2020

18 Setembro, 2020 0 Por Joel Pinto

A Mediatek sempre viveu na sombra de outros grandes players. Enquanto a Qualcomm reina num mercado muito competitivo, a Mediatek sempre se mostrou uma empresa tímida, que teria perdido muito espaço no negócios dos smartphones Android nos últimos anos.

No entanto, com a chegada dos seus mais recentes processadores da série Dimensity, a empresa ganhou uma nova vida, e parece cada vez mais confiantes, quando muitos já a apontavam para o abismo. A verdade é que inicio da pandemia significou uma ponto de viragem para a empresa, já que no segundo trimestre de 2020 (de Abril a Junho) a empresa teve uma quota de mercado na ordem dos 26%. No sentido inverso tivemos a gigante Qualcomm que teve uma queda de 33 para os 29%, ficando ligeiramente à frente da Mediatek, durante o segundo trimestre de 2020.

mediatek

Segundo trimestre de 2020 permitiu que a Mediatek aproxima-se da Qualcomm

O declínio da Qualcomm é também consequência directa das condições rigorosas, e limitantes, do banimento dos EUA à Huawei que, como bem sabem, obriga as empresas estrangeiras a não terem relações comerciais com o gigante chinesa. O facto de a proibição do governo de Trump atingir duramente as empresas americanas foi sublinhado pela própria Qualcomm há algumas semanas, mas evidentemente sem resultados positivos.

No entanto, a situação pode melhorar a partir do segundo semestre de 2020: nestes meses a Qualcomm pôde recuperar algum terreno perdido no segundo trimestre de 2020 graças ao excelente desempenho na China de terminais da OPPO, Vivo, Realme e Xiaomi.

Em geral, espera-se que o mercado global de processadores cresça de forma constante nos próximos três anos devido à crescente procura por smartphones 5G, especialmente equipamentos de gama média.