Mark Zuckerberg anuncia despedimento de mais de 11 mil funcionários

Mark Zuckerberg anuncia despedimento de mais de 11 mil funcionários

10 Novembro, 2022 0 Por Joel Pinto

Mark Zuckerberg anunciou ontem que a Meta vai despedir mais de 11.000 funcionários, o que representa cerca de 13% da sua força total de trabalho. Ele acrescenta que a Meta está a tomar uma série de medidas adicionais para se tornar uma empresa “mais enxuta e mais eficiente”. A Meta também cortará gastos discricionários e estenderá o congelamento de contratações até o primeiro trimestre.

Numa declaração de toda a empresa, Mark Zuckerberg disse:

Este é um momento triste, e não há como contornar isso. Para aqueles que estão a sair, quero agradecer novamente por tudo que colocou neste lugar. Não estaríamos onde estamos hoje sem o seu trabalho duro e sou grato pelas suas contribuições.

O CEO diz que quer assumir a responsabilidade por como a Meta se encontrou nessa posição. Ele tomou a decisão de aumentar significativamente os investimentos da Meta, pois houve um grande crescimento de receita durante a pandemia. Muitas pessoas, incluindo o próprio Zuckerberg, previram que isso seria uma aceleração permanente.

“Infelizmente, isso não aconteceu do jeito que eu esperava”, escreveu ele. O comércio eletrónico voltou às tendências pré-pandemia, enquanto vários motivos, como a invasão russa da Ucrânia e a inflação contínua em todo o mundo, resultaram numa turbulência económica. Eu entendi errado e assumo a responsabilidade por isso”, acrescentou Mark Zuckerberg.

Mark Zuckerberg assume a responsabilidade das falhas da empresa

Os funcionários afetados receberão em breve um e-mail sobre as demissões. Nos Estados Unidos, a Meta fornecerá aos funcionários uma indemnização no valor de 16 semanas da sua base mais duas semanas adicionais para cada ano de serviço, sem limite.

Mark Zuckerberg

A empresa também pagará por todo o tempo restante do PTO. Os funcionários receberão o seu RSU vesting de 15 de novembro de 2022, seguro de saúde incluindo famílias por seis meses, bem como três meses de suporte de carreira com um fornecedor externo, que incluirá acesso antecipado a trabalhos não publicados. A Meta também fornecerá suporte especializado de imigração para funcionários com visto.

A empresa fornecerá suporte semelhante a funcionários fora dos EUA após levar em consideração as leis trabalhistas locais.

A Meta diz que já removeu o acesso à maioria dos seus sistemas para pessoas que saem hoje, dada a quantidade de acesso a informações confidenciais. No entanto, os endereços de e-mail dos funcionários afetados estarão ativos ao longo do dia para que todos se possam despedir.

A empresa já havia dado a entender que iria demitir milhares de funcionários. Mark Zuckerberg também reconheceu os planos da Meta de reduzir o tamanho da empresa durante sua teleconferência de resultados.

A Meta acompanhará de perto o desempenho dos negócios, a eficiência operacional e outros fatores macroeconômicos para determinar quando e se a empresa deve retomar as contratações. Isso fornecerá à empresa a capacidade de controlar sua estrutura de custos no caso de uma desaceleração económica contínua como essa.

FONTE

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.