LibreOffice chega oficialmente à App Store para o MAC: mas nem tudo são boas noticias

LibreOffice chega oficialmente à App Store para o MAC: mas nem tudo são boas noticias

21 Setembro, 2022 0 Por Joel Pinto

LibreOffice, uma suíte de produtividade e uma alternativa gratuita de código aberto, à altamente popular Microsoft Office, chegou oficialmente à App Store para o Mac, mas ao contrário de que era esperado, é pago.

Isso mesmo, para o Windows a aplicação é gratuita, no entanto, na App Store ela custa 8,99€, e como se isso não bastasse poderia ter alguma falta de funcionalidade, pois devido às regras da própria Apple não é possível incluir Java.

Mas não tenha medo: o pacote ainda pode ser utilizado gratuitamente no seu Mac, basta aceder ao site oficial da The Document Foundation e descarrega-lo de lá. Dessa forma, alguns recursos muito convenientes, típicos de qualquer aplicação descarregada da App Store, são perdidos, ou seja, a gestão simplificada de contas, e atualizações automáticas. Em suma, todos terão que escolher segundo as suas prioridades e necessidades.

A aventura do LibreOffice no Mac sempre foi um pouco estranha. A suíte já está na App Store há algum tempo, mas surgiu por lá por causa de uma iniciativa de uma terceira empresa, chamada Collabora: a aplicação, que se chamava (agora foi removido) LibreOffice Vanilla, por sua vez custava um valor semelhante, e permitiu que a Collaborate cobrisse os custos de manutenção, e desenvolvimento, de software.

Na publicação de anúncio no seu blog oficial, a The Document Foundation afirma claramente que a escolha de impor um preço para o software é ditada pelas mesmas necessidades mencionadas pela Collabora, e garante que todos os recursos serão investidos no desenvolvimento, e manutenção, do LibreOffice.

LibreOffice 6.3.4 6.4.4

LibreOffice já está na App Store mas custa 8,99 euros

Vale ressaltar que a suíte é administrada por voluntários, mas ainda há despesas a serem enfrentadas - a Apple pede 100 euros por ano aos programadores para publicar na App Store, sem descontos ou exceções para associações sem fins lucrativos, ou software de código aberto, e se isso não bastasse, ainda retém 30% do valor de cada venda, entre outras coisas.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este é o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.

Informático de profissão, e apaixonado por novas tecnologias, desportos motorizados e BTT.