Jovem de 17 anos desenvolve motor eléctrico de alto desempenho sem utilização de metais raros

Jovem de 17 anos desenvolve motor eléctrico de alto desempenho sem utilização de metais raros

3 Setembro, 2022 0 Por Joel Pinto

Aos 17 anos, Robert Sansone é o que se chama de um pequeno génio da engenharia. O jovem já realizou cerca de sessenta projectos diversos (mãos robóticas, karts super rápidos, etc.), mas a sua última conquista é sem dúvida a mais espectacular de todas.

Sansone de facto conseguiu projectar, e fabricar, um protótipo de motor eléctrico que não requer metais raras (apenas plástico impresso em 3D, fios de cobre e rotor de aço). Sendo o uso de metais raros o grande ponto negro ecológico dos motores eléctricos, torna a invenção de Sansone ainda mais interessante.

Como se este feito não fosse suficientemente impressionante, este motor de relutância síncrona também provaria ser muito eficiente. Normalmente, os motores de relutância síncrona não são bons o suficiente para serem considerados no design de motores para os veículos eléctricos (encontra-os mais em ventiladores, por exemplo), mas o protótipo desenvolvido pela Sansone realmente quebra o molde com 39% de média e 37% mais eficiência em 750 rotações por minuto (RPM). Para efeito de comparação, o motor de um Tesla Model S pode atingir 18000rpm.

Motor eléctrico de Robert Sansone atinge as 750rpm

Portanto, é apenas um começo, mas um começo extremamente promissor para o jovem engenheiro que não deve ter problemas para encontrar um emprego de ouro num dos actuais fabricantes de veículos eléctricos… Primeiro, a invenção de Robert Sansone ganhou o primeiro prémio no Regeneron International Science and Engineering Fair (ISEF), a maior competição internacional de STEM para jovens, o que já não é nada mau.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.