IPTV Pirata gera receitas de mais de mil milhões de dólares

IPTV Pirata gera receitas de mais de mil milhões de dólares

7 Agosto, 2020 0 Por Joel Pinto

Um estudo realizado pela Digital Citizens Alliance e apoiado pela indústria do entretenimento, e a empresa de protecção de conteúdo NAGRA, revelaram um estudo recente que é intitulado de “Money for Nothing”. Esse estudo revela aqueles que são os principais  números do mercado pirata de IPTV, nos Estados Unidos.

O Money for Nothing revela que naquele local, o serviço pirata gera um mil milhões de dólares em receitas, todos os anos. E esse numero é apenas referente à receita de assinaturas, e exclui os custos associados à compra de hardware (decodificadores, box, antenas, etc) para reproduzir o conteúdo.

A NAGRA diz que os custos de assinatura variam bastante entre os 2 e os 25 dólares por mês, mas a grande maioria varia entre os 10 e os 15 dólares por mês. E para os fins deste estudo, a NAGRA presume uma média de 10 dólares por mês, que dá 120 dólares por ano.

Eles acreditam que nove milhões de lares nos Estados Unidos actualmente têm uma assinatura pirata de IPTV, o que significa que, cerca de 30 milhões de pessoas estão a assistir a conteúdo dessas fontes, o que representa cerca de nove por cento da população. O objectivo declarado deste relatório é determinar se isso representa uma grande ameaça para os operadores legítimos, uma que "deve chamar a atenção imediata e sustentada dos legisladores e responsáveis ​​pela aplicação da lei".

Esse estudo evita fornecer listas de vendedores, e revendedores dos serviços, mas um dos serviços mais conhecidos, a Rocketstreams, recebe uma menção particularmente clara e proeminente nesse estudo, tal como podemos ver na imagem abaixo.

O Money for Nothing  diz que um revendedor de IPTV com 5000 clientes pode ganhar até 265 mil dólares por ano

A NAGRA estima ainda, que somente nos EUA, os revendedores de IPTV Pirata operam cerca de 3.500 sites, páginas das redes sociais e lojas em mercados online. Um grande revendedor pode ter até 100.000 assinantes.
Eles analisaram ainda o investimento, e os custos envolvidos (incluindo desenvolvimento web e compra de 'créditos' de vendedores, e chegaram à conclusão que um revendedor com cerca de 5000 clientes assíduos, conseguem obter lucros de $265.000 por ano.

Obviamente que este estudo surge como forma de incentivo para que as autoridades possam dar mais destaque à luta contra o IPTV Pirata.

Estudo completo pode ser acedido aqui.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.