Interessado no Redmi Note 10 Pro? Precisa mesmo de saber disto

Interessado no Redmi Note 10 Pro? Precisa mesmo de saber disto

20 Março, 2021 1 Por Sandro Sotto

Há algumas semanas a Xiaomi anunciou ao mundo a sua mais recente linha de smartphones, a Redmi Note 10. Com melhorias significativas em relação ao Redmi Note 9, esta linha de equipamentos tem o Redmi Note 10 Pro como o seu topo de gama.

Quando a empresa anunciou os dispositivos, face à sua relação de qualidade e preço, muitos utilizadores mostraram interesse nos mesmos. Mas como será que a empresa consegue preços tão baixos em equipamentos tão equilibrados? Agora descobrimos como.

Foi realizado um teste de durabilidade ao Redmi Note 10 Pro, e os resultados revelam os motivos de a empresa conseguir vender esses equipamentos a um preço tão baixo.

O vídeo que vemos acima, leva o equipamento a uma verdadeira tortura, e os resultados são bem piores do que o esperado. Primeiro foi o teste de submersão do equipamento. Ele foi colocado na água durante 5 minutos. Depois de retirado da água, o telefone aparenta funcionar bem, mas assim que tiram a slot do cartão SIM, muito água sai de dentro do equipamento e após alguns instantes o telefone desliga-se. Tenta-se ligar, e ele não parece querer ligar, apenas vibra.... algumas horas depois o telefone volta a ligar-se sozinho, e apesar de contar algumas falhas, ainda aparenta funcionar.

Ou seja, não há garantia de que não tenha sido pura sorte que o telefone tenha ligado, e com o seu equipamento o mais certo é morrer de vez. Por isso, afaste-o da água.

O segundo teste foi a resistência ao risco do seu ecrã. Para quem não sabe, ele é protegido pelo Gorilla Glass 5 na frente e na traseira. Na frente, o ecrã começa a arranhar no nível 6 com ranhuras mais profundas no nível 7. A resistência a arranhões é a mesma na parte traseira. O módulo da câmara é de vidro, mas a tampa do LED é de plástico. A moldura do aparelho também é de plástico.

Redmi Note 10 Pro não passa em teste de durabilidade

Terceiro teste é o teste de queda, onde o dispositivo é largado numa fase inicial a uma altura da cintura, de todos os quatro cantos e sobrevive. O dispositivo também sobrevive quando cai na parte traseira. No entanto, ao cair de fronte, o ecrã parte-se e deixa de funcionar. Essa é uma grande falha considerando uma altura muito baixa. O painel traseiro racha depois de cair de uma altura mais alta.

Mas o pior é o teste de resistência. No teste vemos o YouTuber a dobrar o Redmi Note 10 Pro enquanto aplica pressão no ecrã, e o Note 10 Pro literalmente dobra-se e parte-se ao meio sem grande dificuldade. É uma falha épica, no final do vídeo o YouTuber sugere não guardar o Note 10 Pro no bolso de trás, pois ele pode entortar com muita facilidade.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.