Instagram revela novas medidas de combate ao bullying, ódio e violência

Instagram revela novas medidas de combate ao bullying, ódio e violência

21 Janeiro, 2022 0 Por Joel Pinto

Todos nós sabemos que as redes sociais nem sempre são o local ideal para os utilizadores, já que podem ser muito perigosas, principalmente para utilizadores menos experientes ou mais jovens. A equipa do Instagram está ciente dessa situação e anunciou que estudou novas soluções para dar menos visibilidade a conteúdos potencialmente perigosos.

Segundo o que foi anunciado pela rede social, o algoritmo que gere a forma como as publicações são classificadas nos feeds dos utilizadores, e no Instagram Stories, dará menos prioridade a conteúdos que possam conter bullying e incitação ao ódio ou à violência.

E embora as regras do Instagram já proíbam a maior parte desse tipo de conteúdo, incluindo bullying, tal mudança pode afectar as publicações limitadas ou aquelas que ainda não chegaram aos moderadores da aplicação. Um dos sistemas estudados pela gigante das redes sociais para identificar rapidamente conteúdos perigosos, e ocultá-los, baseia-se numa espécie de princípio de similaridade, ou seja, publicações que sejam consideradas "semelhantes" àquelas que foram removidas anteriormente, e essas passarão a ser muito menos visíveis, até mesmo para os seus seguidores.

Além disso, o Instagram aponta que, se os seus algoritmos preverem que um utilizador provavelmente denunciará uma publicação com base no seu histórico de relatórios de conteúdo, essa publicação será exibida mais abaixo no seu feed.

bullying

Instagram com novas medidas de combate ao bullying, ódio e violência

Essa importante mudança segue a similar que foi lançada em 2020, quando o Instagram começou a fazer o downgrade de contas que partilhavam informações incorrectas após uma verificação pela equipa de verificação de factos. Mas a gigante das redes sociais especifica que desta vez apenas os indivíduos serão "punidos" e "não as contas". em geral.

O Instagram confirmou que publicações potencialmente prejudiciais ainda podem ser removidas caso violem as directrizes da comunidade, já que essas são complementares às novas de combate ao bullying, ódio e violência.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.