Hacker afirma ter descoberto vulnerabilidade na PlayStation 4 e 5 e que é impossível de ser corrigida

Hacker afirma ter descoberto vulnerabilidade na PlayStation 4 e 5 e que é impossível de ser corrigida

20 Setembro, 2022 0 Por Sandro Sotto

A Sony pode estar com um grande problema entre mãos, já que foi descoberta uma vulnerabilidade nos sistemas das PlayStation 4 e PlayStation 5. A descoberta parece ter sido feita pelo nosso bem conhecido, CTurt, e se acreditarmos no que ele diz, a Sony não será capaz de corrigir essa falha.

Isso pode não ser uma boa notícia para a equipa de segurança da Sony, mas os jogadores que desejam executar o software homebrew nas consolas da Sony, podem começar a esfregar as mãos de contentamento.

Segundo CTurt, a exploração do Mast1c0re, para a Sony, foi descrita há um ano através do programa de recompensas de bugs da empresa. No entanto, não houve qualquer sinal de um patch, então, ele está a revelar publicamente a prova de conceito. Tudo foi revelado no GitHub, e segundo parece, com o tempo, a comunidade poderá explorar essa falha de software no sistema para executar código arbitrário, libertando assim o poder do homebrew (e da pirataria) no hardware mais recente da Sony.

O problema está no emulador PS2 da Sony na PS4 – especificamente, o compilador just-in-time (JIT) que transforma o código PS2 em código pronto para PS4 enquanto um jogo está em execução. A Sony deu ao compilador acesso privilegiado ao sistema, então a máquina trata cada bit que sai do mesmo como legítimo. CTurt conseguiu sequestrar esse compilador para executar jogos que a Sony não autorizou.

CTurt diz que a exploração será muito difícil para a Sony corrigir por causa da forma como a empresa optou por distribuir o código. Em vez de construir o código PS2-on-PS4 no sistema operativo, o emulador é fornecido com todos os jogos PS2 para download, e baseados em disco, lançados para a PS4 (sim, existem alguns). Isso significa que, se tiver uma cópia do emulador, um exploit conhecido num jogo de há 20 anos pode ser usado para controlar o compilador JIT na PlayStation 5. Alguns deles são irritantes para serem acionados a consolas mais recentes, mas funcionam.

CTurt descobre falha nas PlayStation 4 e PlayStation 5

No vídeo que podemos ver acima, pode ver o CTurt a carregar um ISO PS2 personalizado utilizando o exploit Mast1c0re. Demora um pouco para carregar o jogo, então o meio do vídeo foi cortado. No entanto, CTurt observa que o suporte à compactação pode acelerar muito os tempos de carregamento.

Se você não é um programador, é o futuro do Mast1c0re que deve lhe interessar. Atualmente, é um processo complexo, e de várias etapas, para carregar software personalizado na PS4 e PS5, mas outros podem utilizar o Mast1c0re como base para uma nova explosão de homebrew. A Sony, sem dúvida, tentará impedi-lo, mas é como sempre o jogo do gato e do rato.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.