Hacker que tentou chantagear a Apple foi condenado

Hacker que tentou chantagear a Apple foi condenado

25 Dezembro, 2019 0 Por Joel Pinto

Um homem de 22 anos do norte de Londres foi condenado, na semana passada, pela justiça britânica a uma sentença de prisão suspensa de dois anos, e 300 horas de trabalho não remunerado. Alem disso, durante seis meses, ele deve respeitar o toque de recolher electrónico. Tudo isto, porque tentou chantagear a Apple ameaçando redefinir diversas contas.

Apple: Kerem Albayrak um chantagista pouco inteligente

Segundo a Agência Nacional do Crime Britânica (NCA ), Kerem Albayrak exigiu há Apple o pagamento do equivalente a $75.000 em criptomoedas, ou mil cartões-presente do iTunes de US $ 100, em troca do apagamento de uma base de dados que tinha em sua posse, e que continha 319 milhões de contas do iCloud e outras contas da Apple.

O homem que foi apresentado como um cibercriminoso, gabou-se e promoveu-se muito à medida que a sua tentativa de extorsão ganhou impulso. Ele filmou-se a aceder a duas contas do iCloud (supostamente tiradas aleatoriamente) e publicou o vídeo no YouTube, enviando o link para a Apple e alertando várias órgãos de comunicação social.

Kerem Albayrak

Este caso, que remonta a 2017, faz eco ao grupo da Turkish Crime Family, do qual Kerem Albayrak era um porta-voz. Como a Apple havia anunciado, a investigação mostrou que não havia comprometimento a sua rede de computadores. O homem só teve acesso às contas do iCloud devido à reutilização de passwords pelos utilizadores. Essas passwords vieram de comprometimentos de serviços de terceiros (não serviços da Apple) e, principalmente, serviços inactivos.

Obviamente, Kerem Albayrak foi negligente ao esconder as suas faixas online. Ele disse aos investigadores:

"Quando você tem o poder na internet, é como glória e todo mundo o respeita. Todo mundo está a perseguir isso agora" .

Pelos vistos a situação correu mal, e agora terá de pagar pelo que fez... O crime não compensa mesmo.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.