Guia de segurança de dados para iniciantes

Guia de segurança de dados para iniciantes

6 Dezembro, 2021 0 Por Redação

A tecnologia já faz parte do dia a dia. Desde as redes sociais ao trabalho home office, as pessoas estão sempre online, trabalhando, consumindo conteúdos e fazendo compras. Entretanto, ela também pode ser um local perigoso, já que os dados pessoais, e de empresas, acabam por ficar disponíveis em diversos sites e podem ser roubados. 

Com isso em mente, é essencial que as empresas, e os utilizadores, procurem por métodos de manter as suas informações mais seguras online e ter privacidade de dados pessoais. A partir dessas soluções, eles poderão navegar pela internet de forma mais segura e sem estresse. 

Entre diversos softwares, alguns se destacam pela tradição, facilidade de uso e reputação. Não se pode brincar com ataques digitais. Por isso mesmo que  o antivírus McAfee pode resolver esse problema. Ao contratar um antivírus de qualidade, como o McAfee, os dados ficam mais seguros, porque o programa detecta imediatamente malwares.

Ao identificar e bloquear automaticamente essas ameaças e os vírus, o software garante muito mais proteção para suas informações. Assim, todos os seus dados ficarão protegidos contra ataques e vazamentos. E o usuário estará muito mais seguro para navegar pela internet.

Além de um bom antivírus, existem algumas práticas importantes que os usuários devem seguir. Dessa forma, eles estarão mais seguros online. Confira, neste artigo, algumas dicas essenciais sobre segurança de informações para iniciantes.

segurança

Segurança de dados: o que é e como funciona?

Antes de passar para as dicas, é importante explicar o que é a segurança de dados e como ela funciona. Essa área está ligada à proteção das informações pessoais ou de uma empresa, sejam elas financeiras ou não, para evitar ciberataques e incidentes no meio online.

Nas empresas, já existem cargos voltados para esse segmento. Os profissionais desse setor devem trabalhar com criptografia, deixando os dados eletrônicos ilegíveis para pessoas de fora, e armazenamento na nuvem, mantendo as informações seguras de quaisquer problemas elétricos.

Já no caso dos usuários, existem diversas dicas e soluções que eles podem seguir para manter seus dados sempre seguros contra esses ataques ou vazamentos. 

Dicas de segurança de dados

Essas dicas são essenciais para usuários que sejam iniciantes nessa área até os mais avançados. Elas irão ajudar para que cada um saiba como proteger os seus dados de diversas maneiras. Confira.

  1. Atenção ao divulgar informações pessoais 

Antes de sair adicionando seus dados, e-mail ou qualquer outra informação em um site, verifique a procedência do domínio. Confira se é uma rede confiável ou se está falando com um contato oficial daquela empresa. Nunca salve as suas informações em computadores e aparelhos públicos ou de terceiros e não passe esses dados para desconhecidos por e-mail, mensagens ou ligações. 

Além disso, é importante saber como as empresas obtêm seus dados para ficar atento nessas horas. Um dos momentos que a companhia pode captar suas informações é por meio de transações financeiras. 

Ao comprar um produto de algum site ou aplicativo, o usuário compartilha seus dados pessoais com aquela empresa. Por isso, é ideal saber que é uma companhia de segurança, que cuidará bem das suas informações.

  1. Cuidado com links suspeitos

Clicar em algum link suspeito pode te levar para um site falso ou permitir o acesso do seu computador para hackers. Por isso, é ideal que cheque os hiperlinks antes de acessar quaisquer páginas desconhecidas. Esses links falsos são criados de diversas maneiras e estão disponíveis em plataformas, sites e e-mails. Então, se não conhece algum link, é melhor não acessá-lo.

  1. Atualize os sistemas e aplicativos

Os aplicativos não costumam ter muitos problemas de vazamento de dados. Entretanto, se ocorrer alguma instabilidade ou houver um ponto de vulnerabilidade no sistema, é possível que os hackers explorem esses problemas. 

Quando algo assim acontece, as empresas rapidamente já consertam o app para manter todos os usuários sempre seguros. Por isso, é essencial que todos os aplicativos estejam sempre atualizados, para que suas informações continuem protegidas contra esses ataques.

  1. Preste atenção nos downloads

Fazer downloads da internet é algo muito comum. Contudo, é necessário estar sempre atento de onde estão sendo baixados esses arquivos. Caso seja feito o download de um item não seguro ou com vírus, é possível que dê acesso aos hackers para mexerem nos seus documentos, apagarem informações e causarem outros problemas.

Por isso, é ideal que seja sempre checado o link, site ou sistema de onde estão sendo baixados esses arquivos. E se o seu antivírus alertar algum erro ou problema com aquele arquivo, não faça o download. 

  1. Tenha senhas fortes

As senhas são a principal barreira contra o acesso de desconhecidos nas suas contas. Portanto, é obrigatório que elas sejam fortes e não estejam conectadas com dados pessoais. Utilizar nome, data de aniversário e outras informações que possam ser encontradas facilmente pelos criminosos não é indicado. 

Para criar uma senha forte, é possível misturar letras maiúsculas com minúsculas, números e caracteres especiais. Lembre-se também de não fornecer sua senha para qualquer pessoa, para não correr nenhum risco. 

  1. Não use computadores públicos para tarefas sigilosas

Muitas vezes, os computadores públicos estão programados para gravar algumas das informações inseridas pelos usuários. Por isso, é ideal que ao utilizar um dispositivo público, não acesse contas importantes em que seja necessário colocar senha - porque elas podem ficar retidas na máquina. Tente não entrar em sites do banco para pagar contas, por exemplo. Mas caso seja algo urgente, não esqueça de desconectar para que sua senha não fique gravada.

  1. Fique atento a mensagens e e-mails não solicitados

Atualmente, para fazer um cadastro em qualquer local, é sempre necessário adicionar seu e-mail ou número de celular. Com isso, as empresas acabam ficando com seus dados em suas listas de reprodução. Normalmente, elas mantêm essas informações muito bem protegidas contra ataques, mas todos estão suscetíveis a incidentes.

Com isso em mente, ao receber uma mensagem ou um e-mail é essencial que seja checado o remetente. É preciso conferir se foi um serviço ou contato solicitado ou se é uma fonte conhecida. 

Por exemplo, é muito comum que as pessoas recebam e-mails do banco ou mensagens de e-commerces. Nesses casos, é sempre importante checar se é o remetente correto para não acessar nenhum hiperlink ou passar qualquer informação pessoal para os criminosos.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.