Fuga das gravações de áudio do Google Assistente vai sair caro ao gigante das pesquisas

Fuga das gravações de áudio do Google Assistente vai sair caro ao gigante das pesquisas

13 Julho, 2019 0 Por Joel Pinto

O Comissário de Proteção de Dados da Irlanda está muito atento ao que se passou na Google após o caso de gravação de áudio do Google Assistente. A Google confirmou ontem que ocorreu um fuga de informação e que 1.000 conversas de um cliente que usou o Google Assistente foram partilhadas, uma prática que é proibida e viola uma grande quantidade de leis Europeias. A informação veio de um colaborador que analisou as gravações, supostamente para melhorar o Google Assistente.

A Bloomberg informou que a organização irlandesa recebeu um alerta diretamente da Google, com o intuito de explicar o que aconteceu. Este é um passo obrigatório após a introdução do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR). Qualquer empresa com atividade na Europa que esteja a sofrer invasões ou fuga de dados, deve relatar os factos às autoridades europeias e partilhar detalhes com os utilizadores.

Até ao momento, a organização irlandesa não abriu uma investigação sobre essa suposta fuga das conversas para o Google Assistente, mas isso não significa que o caso esteja descartado. A Google só revelou o fuga de informação ontem, então levará algumas semanas para saber se uma investigação será aberta e quais as possíveis consequências.

De uma multa muito pesada a Google não se deverá safar, e vamos ver se fica por aí.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos.