Google abdica do Snapdragon em favor do Exynos

Google abdica do Snapdragon em favor do Exynos

13 Abril, 2020 1 Por Joel Pinto

Habitualmente, o smartphone de topo da Google, vem equipado com o melhor processador da Qualcomm. Tem sido assim há muito tempo, e o mais recente foi o Pixel 4, que está equipado com o Snapdragon 855. Agora, parece que a Google, e a Samsung, estão a trabalhar em conjunto para desenvolver um chipset Exynos especial para os próximos smartphones do gigante das pesquisas.

Google Pixel 6 poderá chegar com um processador Exynos

Nos últimos anos, os chipsets Exynos, da Samsung, têm sido muito criticados. Ainda há pouco informei aqui sobre as muitas queixas sobre o Galaxy S20 Ultra com o chipset Exynos. Além do desempenho um pouco inferior, a eficiência, em particular, deve ser menor em comparação com as contra-partes da Qualcomm. É por isso que a Samsung decidiu até equipar o Galaxy S20, para o mercado Sul Coreano com o Snapdragon 865 em vez do Exynos 990. Um grande golpe para o departamento de chipsets da Samsung, que se sentiu humilhado por essa movimento no seu próprio país. No entanto, pode haver uma boa razão para os engenheiros ficarem felizes, já que aparentemente, a Google demonstrou interesse em utilizar os chipsets Exynos nos seus futuros smartphones.

Segundo alguns rumores, a Google e a Samsung já estão a trabalhar em conjunto num novo chipset, que será fabricado pela empresa sul-coreana usando o processo de 5nm. A Samsung inaugurou recentemente a fábrica necessária para isso, e a produção em massa de chips usando esse processo está programada para iniciar no final de 2020, ou no início de 2021. Diz-se que o novo chipset esteja equipado com oito núcleos, usando os designs do ARM. O processador de sinal de imagem (ISP) e o NPU responsável pelas aplicações de IA não devem ser da Samsung, mas devem ser desenvolvidos pelos engenheiros da Google.

Esse rumores aparenta ser muito consistente, e já de acordo com o que se tem dito nos últimos anos. Consequentemente, a Google está a procurar uma forma de produzir os seus próprios chipsets para reduzir a sua dependência da Qualcomm. A cooperação com a Samsung é útil aqui, porque as instalações de produção necessárias já estão disponíveis. Este chipset da Samsung, para a Google, provavelmente chegará ao Google Pixel 6. Para o Pixel 5, o gigante da Internet provavelmente contará com o Snapdragon 765, que pode não alcançar o desempenho do Snapdragon 865, mas é muito mais barato e muito mais eficiente, alem de contar com um modem 5G integrado.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.