Google resolve finalmente os problemas do Chrome no Windows 10

Google resolve finalmente os problemas do Chrome no Windows 10

23 Dezembro, 2020 0 Por Joel Pinto

A Google está atualmente a trabalhar na solução de dois dos principais problemas que o Chrome sofre no Windows 10. O primeiro é o consumo excessivo de memória RAM, e o segundo são os seus bloqueios frequentes. Essas duas melhorias ainda não estão integradas na atual versão beta do Chrome, mas muito em breve chegarão ao navegador.

Embora o Edge agora use o mesmo motor que o Chrome, ou seja, o Chromium, a situação na verdade beneficia ambas as partes. Por um lado, a Microsoft agora tem um motor que já provou ser dos melhores atualmente no mercado, e por outro lado, o Chrome beneficia dos avanços tecnológicos trazidos pela Microsoft para o projeto Chromium.

Mas os programadores do Chrome às vezes saem do caminho (pela Microsoft, portanto) e tentam corrigir os problemas do navegador por conta própria. É assim que eles estão a tentar corrigir dois problemas fundamentais relacionados ao Chrome: a gestão de memoria RAM, e os bloqueios inexplicáveis.

Recentemente, a Microsoft desenvolveu um novo método para reduzir o consumo de recursos chamado Segment Heap  A Microsoft também anunciou uma redução no consumo de memoria RAM de até 27%. A Google pretendia fazer o mesmo, mas acabou por optar pelo seu próprio sistema, chamado PartitionAlloc-Everywhere.

Problemas do Google Chrome para o Windows 10 em vias de serem resolvidos

Em desenvolvimento desde Agosto do ano passado, não tivemos notícias dessa tecnologia desde então. Segundo as ultimas informações da Google, parece que este método não apenas reduz o consumo de RAM por parte do Chrome, mas também melhora a segurança do navegador. No momento, todas as informações relacionadas a essas melhorias significativas no Chrome permanecem em domínio privado. Não se sabe quando elas serão integradas ao navegador. A Google provavelmente entregará mais detalhes nas próximas semanas. Resta saber qual método é o mais eficaz: o da Microsoft ou o do Google?

Ao mesmo tempo, o Google está a testar diferentes cenários relacionados à funcionalidade TerminateProcess. Um deles mostra que é possível reduzir o número de bloqueios do Chrome. Os programadores do navegador ressaltam que deixar um processo “limpo” é difícil e caro, principalmente quando o software é complexo. O novo método considerado pela equipa responsável pelo desenvolvimento do Chrome deve, portanto, evitar certos bloqueios relacionados à gestão de processos no Windows 10.

Aqui, novamente, não há visibilidade sobre a integração dessa gestão de processos. O recurso em questão ainda não foi adicionado à versão beta do Chrome, então parece improvável que algum deles esteja disponível com a versão 88, que será lançada em 19 de Janeiro de 2021.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.