Google One para Android é actualizado para centralizar os seus backups

Google One para Android é actualizado para centralizar os seus backups

22 Julho, 2021 Não Por Joel Pinto

A Google actualizou o Google One, e com esta actualização o gigante das pesquisas faz com que todos os ficheiros importantes de um smartphone Android possam ser armazenados no mesmo local, Desde SMS's, ficheiros de configuração, registo de chamadas, fotos, vídeos, e muito mais, tudo passa a ser possivel de guardar no One.

Para quem não conhece, o Google One é um serviço de armazenamento online pago, que tem como objectivo substituir o Google Drive. Essa transição de Driver para One começou em 2018 e aos poucos continua a expandir-se para todos os tipos de conteúdo. Em primeiro lugar, para ficheiros e e-mails, em seguida, para fotos e vídeos (com a remoção muito popular do backup gratuito no Google Fotos). E por último a gestão de backups dos smartphones.

No entanto, o Google One ainda não era o espaço de armazenamento online padrão para backups nos smartphones Android. Agora, e após a actualização mais recente que está a ser libertada para todos aqueles que tem o Android 8.0 ou superior, a Google está a implantar no seu sistema operativo, algo que modernizará este serviço, e que vai unificar todos os ficheiros no Google One. Na verdade, agora que o Google One fica integrado no menu de configurações do Android, o utilizador pode optar por guardar tudo no mesmo local, sejam contactos, SMS, fotos, vídeos, passwords, os ficheiros de configuração das suas aplicações e até… as suas MMS's.

Google One

Google One agora está totalmente integrado no Android

Felizmente, não vai precisar de criar uma conta no Google One, ou pagar por uma assinatura (One é pago, com uma opção gratuita limitada a 15GB). Ninguém será, portanto, excluído, mas os 15GB podem ser relativamente pequenos, especialmente porque não é cumulativo com o do Google Drive. Portanto, pode querer limitar as suas opções de backup, a não ser que esteja disposto a gastar alguns euros mensalmente para ter acesso a 100GB (ou mais).

FONTE