Google coloca a inteligência artificial a serviço das populações

Google coloca a inteligência artificial a serviço das populações

3 Novembro, 2022 0 Por Joel Pinto

A Google tem um projeto que no mínimo é muito ambicioso, que passa por construir um modelo de inteligência artificial que venha a permitir oferecer os seus serviços na Internet nas 1.000 línguas mais faladas no mundo.

Existem mais de 7.000 idiomas no mundo, mas a Google, por exemplo, só oferece a sua ferramenta de tradução para pouco mais de 130 desses idiomas. A empresa da Califórnia aposta sobre os avanços tecnológicos para construir o seu novo modelo de inteligência artificial, como a possibilidade de trabalhar não apenas a partir de textos disponíveis na internet, mas também de vídeos, imagens e palavras.

O grupo também procura recolher uma vasta gama de excertos áudio das várias comunidades, especialmente para línguas para as quais não há necessariamente muita escrita. À medida que o projeto avança, que levará vários anos, a Google planeia integrar o seu progresso nos seus produtos, incluindo o YouTube, os seus teclados digitais e a sua ferramenta de tradução, a fim de facilitar o uso dos serviços disponíveis online no idioma.

Entre outros avanços possibilitados pela inteligência artificial, a Google também desenvolveu ferramentas que permitem, a partir de imagens de satélite, identificar e monitorizar incêndios florestais em tempo real. A empresa disponibiliza então esta informação no Google Maps e no seu motor de busca, ajudando assim a alertar as populações, e os serviços de emergência, sobre o perigo e assim prever como os incêndios podem evoluir e alastrar. Este serviço já está disponível nos Estados Unidos, Canadá, México e partes da Austrália.

inteligência artificial

Google quer tornar a inteligência artificial mais útil

A iniciativa baseia-se num projeto lançado em 2017 para ajudar a alertar as pessoas sobre possíveis enchentes, que no ano passado enviaram 155 milhões de notificações para 23 milhões de pessoas na Índia e em Bangladeche. A Google anuncia que este serviço agora é estendido para 18 países adicionais, na América do Sul, Ásia e África.

FONTE

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.