Google bane 600 aplicações da Play Store por causa de anúncios invasivos

Google bane 600 aplicações da Play Store por causa de anúncios invasivos

22 Fevereiro, 2020 0 Por Joel Pinto

A Google decidiu fazer uma grande limpeza na Play Store, e o resultado final foram 600 aplicações, para Android, excluídas. Essas mesmas aplicações também foram banidos do AdMob e do AdManager, as plataformas de monitorização usadas pelos desenvolvedores de aplicações.

600 aplicações removidas da Play Store

Essas exclusões estão associadas ao uso abusivo de anúncios. Qualquer aplicação tem o direito de te esses anúncios, a fim de remunerar os desenvolvedores. No entanto, existem limites, e é exactamente aí que o problema surgiu: as 600 aplicações tinham anúncios invasivos que apareciam em todos os lugares e em qualquer momento, principalmente ocupando totalmente o ecrã do dispositivo. As aplicações até ofereciam publicidade usando notificações enviadas aos utilizadores.

A política de publicidade perturbadora da Google proíbe os desenvolvedores de mostrar anúncios quando a aplicação não está em uso, e de colocar anúncios de uma forma que leva os utilizadores a clicar inadvertidamente. A Google afirma no seu blog um exemplo de aplicação que mostra um anúncio em ecrã completo quando um utilizador tentava fazer uma simples chamada telefónica.

600 aplicações

“Desenvolvedores mal-intencionados estão a tornar-se mais hábeis em implantar, e mascarar, anúncios disruptivos, mas desenvolvemos as nossas próprias tecnologias para nos proteger desse comportamento”, diz a Google. Isso envolve essencialmente o aprendizagem de máquina para detectar quando as aplicações mostram anúncios fora do contexto.

A Google conclui sobre o assunto, especificando que continuará a desenvolver novas tecnologias para determinar esse comportamento e, assim, identificar novas ameaças que provavelmente gerarão tráfego inválido.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.