Everything Not Saved Will Be Lost – Part 1 é o novo álbum dos Foals

8 Março, 2019 0 Por Joel Pinto

Desde os tempos em que atuavam em caóticas festas caseiras, na sua cidade natal, em Oxford, até se tornarem cabeças de cartaz de grandes festivais um pouco por toda a Europa, a trajetória dos Foals tem sido notável. Arrebataram a crítica (NME e conquista do Q Award, para além das nomeações para os Mercury Prize, Ivor Novello e BRIT Award) e a devoção de fãs em igual medida (1,7 milhões de vendas dos seus quatro álbuns certificados de Ouro, assim como mais de 500 milhões de streams no Spotify desde 2015). E enquanto a maioria dos contemporâneos caiu no esquecimento, os Foals continuam a dar que falar e a atingir novos marcos.

Depois de mais de uma década no panorama musical, os Foals abraçam novamente aquele seu amor pelo 'inconvencional' com o projeto mais corajoso e ambicioso da sua carreira até à data: não um, mas dois novos álbuns surpreendentes - 'Everything Not Saved Will Be Lost'. Dois lançamentos separados, mas relacionados, que compartilham um título, temas e arte gráfica. A 'Part 1' já se encontra disponível em todas as lojas, com a 'Part 2' seguindo-se no Outono.

"They're two halves of the same locket," explica o vocalista, Yannis Philippakis. "They can be listened to and appreciated individually, but fundamentally, they are companion pieces."

Profundamente ligados, mas com personalidades muito próprias, estes dois discos captam as criações mais apelativas, ambiciosas e coesas que os Foals – completados por Jimmy Smith (guitarra), Jack Bevan (bateria) e Edwin Congreave (teclas) – já produziram até hoje.

Ansiosos por quebrar a tradicional estrutura da música pop, com a qual a banda sentia que se estava a tornar cada vez mais afeiçoada, as novas 20 faixas deste projecto desafiam as expectativas. Há faixas exploratórias, progressivamente tingidas, que ocasionalmente quebram a marca dos 10 minutos, juntamente com sequências atmosféricas que fazem da música uma experiência ao invés de uma mera colecção de canções. No entanto, a reconhecida habilidade da banda em usar grooves implacáveis com um poder impressionante alcança também aqui novos patamares.

As três faixas previamente reveladas de 'Everything Not Saved Will Be Lost – Part 1' demonstram a variedade e a ressonância emocional de uma banda que opera no auge das suas capacidades. O primeiro single 'Exits' revelou-se um hino algo ameaçador, que serviu de intro e aviso ao que estava para vir, enquanto 'On The Luna' surgiu com grooves estridentes, apoiadas em brilhantes e ritmados sintetizadores, que nos mostraram todo o potencial e vivacidade da banda. Já o tema 'Sunday' acentuou o sentimento de que 'Everything Not Saved Will Be Lost' irá, sem dúvida, consolidar o estatuto de Foals como uma das bandas mais importantes da actualidade.
O título, 'Everything Not Saved Will Be Lost', é um aviso de que qualquer coisa – desde o momento mais pequeno e fugaz de inspiração, até à própria diversidade biológica do planeta – pode estar sob a ameaça de ser irrevogavelmente perdida.
Este é um assunto que atravessa todo o material destes novos álbuns, já que os Foals procuraram reflectir neles as neuroses públicas provocadas pelo actual clima cultural em que vivemos. Paranóia da vigilância/controlo do Estado? Medo do colapso ambiental? Uma sensação arrebatadora de ansiedade? Tudo isto está presente nestas novas músicas apocalípticas.

"Lyrically, there are resonances with what's going on in the world at the moment," resume Yannis. "I just feel like, what's the utility of being a musician these days, if you can't engage with at least some of this stuff? These songs are white flags, or they're SOSs, or they're cries for help... each in a different way."

As jornadas dos novos álbuns começaram quando a era do 'What Went Down' terminou. O baixista fundador, Walter Gervers, partiu em termos amigáveis depois de tocar no Festival Paredes de Coura, em Portugal, em Agosto de 2017. Os Foals sentiram que Walter não poderia ser substituído – uma decisão que levou a um período de recalibração, reorganização e, finalmente, rejuvenescimento.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este é o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.

Informático de profissão, e apaixonado por novas tecnologias, desportos motorizados e BTT.