Estúdios consideram a Xbox Series S uma dor de cabeça

Estúdios consideram a Xbox Series S uma dor de cabeça

14 Outubro, 2020 0 Por Joel Pinto

Estamos a menos de um mês da chegada das novas consolas da Microsoft às mãos dos utilizadores. Como não podia deixar de ser, a Xbox Series X é a preferida dos utilizadores, mas é mais cara que a Xbox Series S. Essa Xbox Series S é mais barata porque é uma consola significativamente inferior a todos os níveis, CPU (apesar de ser o mesmo), GPU, RAM e armazenamento interno. E precisamente por isso, alguns estúdios de programadores de jogos criticam o facto da Microsoft ter planeado 2 consolas distintas.

Billy Khan, um programador da id Software, que agora faz parte da Microsoft, já havia criticado a Microsoft por causa da lacuna de RAM da Series S, que tornara a tarefa dos programadores muito difícil. E a voz mais recente a fazer a sua critica é a do CEO da Quantic Dreams, David Cage, que entre muitos jogos é o responsável pelo Detroit: Become Human, suspeita que a Xbox Series S vai desacelerar a Xbox Series X. Segundo Cage, a maioria dos programadores vai-se orientar pela plataforma mais fraca, e só posteriormente vão trabalhar em melhoramentos para tornar os seus trabalhos mais apelativos para a consola mais poderosa.

David Cage

David Cage

David Cage diz que a Xbox Series S vai prejudicar a Xbox Series X

Isso acontece porque a real vantagem das consolas é que os programadores apenas precisam de se concentrar no hardware. Ao desenvolver para PC, no entanto, existem inúmeras combinações de hardware a serem consideradas, é por isso que torna o seu desenvolvimento muito mais complexo. Mas se uma fabricante colocar duas consolas diferentes no mercado, a maioria dos programadores provavelmente vai-se concentrar na plataforma mais fraca, por pragmatismo e para reduzir o esforço.

Cage diz que embora compreenda a lógica económica por trás do Xbox Series S, ele não é um fã desse processo. Gostaria de dizer, no entanto, que essas condições já existiam durante a última geração de consolas: Porque já tivemos a PS4 e a Xbox One (S), bem como o PS4 Pro e o Xbox One X mais potentes, mas em nenhum desses casos a diferença era tão significativa como a que temos na Series S e na Series X.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.