Epic Games Store promete baixar os preços dos jogos para PC

Epic Games Store promete baixar os preços dos jogos para PC

27 Março, 2019 0 Por Joel Pinto

Apesar da Epic Games Store ainda ter completado os 6 meses de existência, já fez um trabalho notável ao reduzir o domínio da Steam. Embora já tenha assegurado vários lançamentos exclusivos, a plataforma também tem uma grande legião atraente para desenvolvedores. Ou seja, eles colocarão os jogos nas suas lojas, e estes cobram menos de metade do que é cobrado pelo Steam.

Isso já fez com que uma série de jogos tivesse sido lançado na nova plataforma, em vez de serem lançado na Steam, e se isso só por si já não fosse interessante, a Epic prometeu que isso é apenas o começo de uma tendência muito positiva para os jogadores de PC.

O CEO da Epic Games, Tim Sweeney, prometeu que, devido a sua menor comissão, isso deve encorajar mais desenvolvedores a reduzir o preço de lançamento dos seus jogos.

“Depois de passar por vários ciclos de desenvolvedores de jogos e tomando decisões, os jogadores vão começar a ter preços mais baixos conforme os desenvolvedores repassam as economias aos clientes, percebendo que podem vender mais cópias se tiverem um melhor preço. Esse tipo de competição económica é realmente saudável para toda a indústria e levará a indústria a um lugar melhor para todos os desenvolvedores e também para os jogadores.”

Depois de diversas empresas começarem a apresentar as suas plataformas de streaming de jogos, as desenvolvedoras têm que rapidamente se adaptar às novas realidade e começar a baixar os preços dos jogos, quer seja para o PC como para as consolas, pois só assim vão conseguir manter-se num mundo que prometer mudar nos próximos 4 ou 5 anos.
Depois da Google apresentar o Stadia, da Apple apresentar o Arcade, muitas outras grandes empresas farão o mesmo em breve, nomeadamente a Microsoft e a Sony.

Embora a Epic Games não possa necessariamente obrigar os desenvolvedores a tomar essa decisão, esperamos que seja um factor que eles deixarão claro para aqueles que optarem por usar a plataforma. Colocando de forma simples, "se não estamos a cobrar tanto dinheiro, não deveria passar essa poupança para os consumidores?"

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.