Electronic Arts começa a deixar de vender jogos físicos na Europa

Electronic Arts começa a deixar de vender jogos físicos na Europa

28 Outubro, 2022 0 Por Joel Pinto

Se a Electronic Arts garantiu recentemente que iria continuar a produzir jogos single-player após uma publicação infeliz nas redes sociais, a editora americana parece menos inclinada a oferecer versões físicas desses jogos. Novas informações apontam para que a EA decidiu reestruturar os seus contratos locais em vários países europeus.

Como isso vai mudar alguma coisa? Para resumir, a Electronic Arts pretende encerrar gradualmente a venda de cópias físicas na Alemanha, Áustria e Suíça. Assim, FIFA 23 e o próximo Need for Speed ​​Unbound serão os últimos jogos a beneficiar de um lançamento “em caixa” nestes países.

Num comunicado de imprensa oficial retransmitido pelo pessoal do Games Wirtschaft, a Electronic Arts declarou que “não gerará mais vendas de produtos embalados” nos mercados mencionados acima.

Observe, no entanto, que a posição da EA sobre o assunto não é surpreendente. No seu relatório anual, a editora americana especificou que “a mudança contínua de bens físicos para downloads digitais continua a ter um impacto negativo no desenvolvimento das receitas”. Um estudo publicado em julho de 2020 também comprovou que os jogos desmaterializados atingiram recordes e superaram em muito os números de vendas físicas.

Este relatório revelou, por exemplo, que mais de um em cada dois jogos vendidos para a PlayStation 4 são em formato digital. A observação foi a mesma para a EA e para a Take-Two, a empresa controladora da Rockstar Games. Para a EA, portanto, é inevitável abandonar a venda de cópias físicas para compensar os prejuízos financeiros causados ​​por essas versões que não encontram compradores.

“A capacidade da empresa de desenvolver e oferecer suporte a produtos e serviços digitais” é a prioridade da EA hoje.

Electronic Arts

Electronic Arts deixa gradualmente de vender jogos físicos

Vale lembrar que a empresa americana não é a única a ter tomado esse tipo de decisão a nível local. A Activision Blizzard, a quem devemos as licenças de Call of Duty ou mesmo Overwatch 2, dissolveu a sua subsidiária alemã para distribuição de cópias físicas em maio de 2021.

No entanto, a gigante dos jogos continua a oferecer cópias físicas no Velho Continente através da sua sede europeia localizada em Londres.

FONTE

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.