Disney+ faz mudanças significativas nos perfis infantis

Disney+ faz mudanças significativas nos perfis infantis

24 Janeiro, 2021 0 Por Joel Pinto

Quando o serviço de streaming do Disney+ foi lançado, em Novembro de 2019, a Disney adicionou uma descrição cultural desatualizada alertando para uma série de filmes clássicos. Então, no ano passado, a Disney acrescentou um novo aviso a diversos filmes, e séries, que apresentam representações negativas, ou maus-tratos às pessoas ou culturas.

Isso foi feito como parte do compromisso contínuo da Disney com a diversidade, e a inclusão. Em vez de remover esse conteúdo, a Disney vê isso como uma oportunidade para iniciar uma conversa, e abrir um diálogo, sobre a história que afeta a todos. A Disney quer reconhecer que algumas comunidades foram apagadas, ou esquecidas por completo, e eles estão empenhados em dar voz às suas histórias.

Há alguns dias, a Disney atualizou uma série de filmes, e ajustou a classificação desses filmes para 6+, de forma que eles deixem de ficar disponíveis nos perfis infantis. Assim, diversos filmes deixam de estar disponíveis para os mais novos, que usam a plataforma.

A titulo de exemplo, o filme do Peter Pan deixou de estar disponível para todos aqueles que contam com um perfil infantil, e a seguinte explicação foi dada:

O filme retrata os povos indígenas de uma maneira estereotipada que não reflete nem a diversidade dos povos indígenas nem as suas tradições culturais autênticas. Mostra-os falando numa linguagem ininteligível e repetidamente refere-se a eles como “peles-vermelhas”, um termo ofensivo. Peter e as crianças Perdidas dançam, usam cocares e outros tropas exagerados, uma forma de zombaria e apropriação da cultura, e imagens dos povos indígenas.

Outro dos filmes que deixou de estar disponível nos perfis infantis é o Dumbo, e aqui fica a explicação para tal:

Os corvos, e os números musicais prestam homenagem a series de menestréis racistas, onde artistas brancos com rostos enegrecidos, e roupas esfarrapadas, imitavam e ridicularizavam africanos escravizados nas plantações do sul. O líder do grupo em Dumbo é Jim Crow, que partilha o nome das leis que impunham a segregação racial no sul dos Estados Unidos. Em "The Song of the Roustabouts", trabalhadores negros sem rosto labutam com letras ofensivas como "Quando recebemos nosso pagamento, deitamos o nosso dinheiro fora"

Disney+ remove muitos filmes dos perfis infantis

Tudo isto me parece muito estranho, e um movimento que nada abona em favor da plataforma. Estamos a falar de filmes em desenhos animados. Alem dos filmes referidos acima, temos os: O Livro da Selva, Clube do Mickey Mouse, Fantasia, A Dama e o Vagabundo, A família Robinson, Davy Crockett, e muitos outros. Os filmes em questão ainda continuam disponíveis na plataforma, no entanto, não para quem tem um perfil infantil.

Alem disso, muitos são os filmes e séries que apresentam a seguinte mensagem:

Este programa inclui representações negativas e/ou maus-tratos de pessoas ou culturas. Esses estereótipos estavam errados na época, e estão errados agora. Em vez de remover esse conteúdo, queremos reconhecer o seu impacto prejudicial, aprender com ele, e iniciar conversas para criarmos juntos um futuro mais inclusivo.

A Disney está comprometida em criar histórias com temas inspiradores e ambiciosos que reflitam a rica diversidade da experiência humana em todo o mundo.

Para saber mais sobre como as histórias impactaram a sociedade, visite
www.disney.com/StoriesMatter

Para aqueles que ainda não têm acesso à plataforma do Disney+ e querem saber como fazer, basta aceder aqui.