O dilema do alto custo das baterias de carros elétricos

O dilema do alto custo das baterias de carros elétricos

2 Dezembro, 2023 0 Por Joel Pinto

O alto custo das baterias representa um grande problema para os proprietários de carros elétricos. Embora a bateria constitua um elemento central e caro destes veículos, representando 30 a 50% do preço total, as questões ligadas à sua substituição levantam questões importantes.

Porque são tão caras as baterias dos carros elétricos?

O alto preço das baterias de carros elétricos deve-se a vários fatores. Por um lado, apesar de uma tendência decrescente no custo das baterias (e um novo recorde para densidade de bateria de lítio), estas continuam a ser um componente significativo no valor global do veículo. Por outro lado, em caso de falha ou acidente, a substituição das baterias pode ser particularmente cara.

Esta situação é agravada pela escolha de certas fabricantes, como a Tesla e a MG, em utilizar baterias não reparáveis ​​em modelos como o Model Y ou o MG4. Estas decisões, embora motivadas economicamente, resultam em custos de substituição proibitivos para os consumidores, muitas vezes superiores a 10.000 euros, especialmente quando todo o módulo deve ser substituído em caso de avaria.

Regulamentos para baterias mais acessíveis?

Diante desses desafios, surge a questão da legislação. A prática da Tesla de limitar o acesso e a reparabilidade das baterias levanta preocupações tanto financeiras como em termos de impacto ambiental. Este modelo de negócio parece contradizer o objetivo ecológico dos veículos elétricos.

A União Europeia parece estar a tomar medidas nesse sentido. O regulamento recente, adotado em julho de 2023, visa forçar as fabricantes a oferecer baterias reparáveis. Esta iniciativa poderá ser uma mudança de jogo, obrigando as fabricantes a tornar as baterias mais acessíveis e reparáveis, mesmo que isso implique um aumento no preço inicial na compra do veículo.

Este desenvolvimento legislativo marca um passo significativo em direção a uma abordagem mais sustentável e economicamente viável para baterias de carros elétricos. Ao promover a reparabilidade e a acessibilidade, as fabricantes podem não só reduzir os encargos financeiros para os utilizadores finais, mas também contribuir para o objetivo geral de reduzir o impacto ambiental do setor automóvel. Em última análise, estas alterações regulamentares podem muito bem levar a uma nova era para a indústria dos veículos elétricos, onde as considerações económicas e ecológicas alinham-se para impulsionar uma mobilidade mais sustentável e acessível a todos.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este é o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.

Informático de profissão, e apaixonado por novas tecnologias, desportos motorizados e BTT.