Como evitar fraudes online neste Black Friday?

Como evitar fraudes online neste Black Friday?

24 Novembro, 2020 0 Por Joel Pinto

A Black Friday de 2020 poderá ficar marcada por uma subida significativa das compras online, devido às restrições impostas pela pandemia da Covid 19. Com as limitações à circulação, dado o actual Estado de Emergência no país, muitos deverão procurar os melhores negócios online, naquele que foi um ano recorde para experiências de e-commerce.

O Banco Central Europeu identificou que são feitas, todos os anos, transacções fraudulentas no valor de 1.8 mil milhões de euros. Muitos estudos mostram também que as fraudes com cartões dispararam em 2020, impulsionadas pelo aumento do número de consumidores a fazer compras online durante a pandemia.

Por esse motivo, a Revolut criou uma lista de recomendações para aumentar a segurança quando faz compras online.

1 - Visite o website do retalhista directamente

Durante os períodos de maior movimento de compras online, os cibercriminosos recriam sites legítimos de retalhistas, através dos quais podem fazer phising ou malware. Também poderão divulgar e publicitar ofertas falsas através das redes sociais, como Facebook ou Instagram. Lembre-se: se a promoção for boa demais para ser verdade, provavelmente não é. Assim, se ouviu falar de uma boa oferta na Black Friday ou Cyber Monday de um determinado retalhista, vá diretamente ao site do mesmo, evite clicar em anúncios e links nas redes sociais.

2 - Use cartões descartáveis sempre que possível

Este tipo de cartão pode ser usado uma vez para pagamentos online, antes de ser destruído e o seu número substituído. Isso impossibilita os criminosos de aceder ao seu dinheiro, mesmo que consigam saber os detalhes do seu cartão.

3 - Active as notificações push para cada compra

Vivemos um tempo em que estamos sempre a ser bombardeados de notificações, mas estas podem ser realmente úteis. Active as notificações push para quando se registarem débitos nas suas contas. Isso permitir-lhe-á detectar possíveis fraudes em tempo real, podendo denunciar imediatamente, para que seja reembolsado rapidamente.

4 - Actualize as suas apps e o seu dispositivo

Mantenha sempre as suas apps e o seu dispositivo atualizados para evitar bugs e beneficiar de todas as funcionalidades de segurança. Mantenha-se vigilante e se subitamente deixar de receber qualquer tipo de contacto, como chamadas ou SMS, confirme com o seu operador se os sistemas estão funcionais, para garantir que não foi vítima de SIM swap - um esquema no qual se clona o chip do telemóvel.

5 - Adicione seu cartão a Apple Pay ou Google Pay

Quando faz uma compra com esses métodos, o retalhista recebe um código encriptado exclusivo e não o número do cartão original. Isso aplica-se a transações online e físicas e, se em loja quiser usar o smartphone ou wearable para pagar, não precisa de digitar o PIN, evitando assim o risco de verem o seu código.

A Revolut oferece a possibilidade de activar as notificação push para estar a par das suas transacções em tempo real. Os clientes podem também criar cartões virtuais descartáveis ou usar cartões virtuais padrão para as compras online, que podem ser activados e desactivados facilmente na app quando não estiverem a uso. Também é possível adicionar os cartões Revolut ao Apple Pay e Google Pay.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.