Call of Duty: "Estalou o verniz" entre a PlayStation e a Xbox

Call of Duty: "Estalou o verniz" entre a PlayStation e a Xbox

8 Setembro, 2022 0 Por Joel Pinto

As preocupações da PlayStation em torno da aquisição da Activision Blizzard por parte da Microsoft, têm algum fundamento, e acima de tudo por causa do Call of Duty. Nos últimos dias, Phil Spencer tem-se esforçado para aliviar as preocupações do regulador do Reino Unido sobre o futuro da franquia Call of Duty na PlayStation. O FPS ultra-popular continuará disponível no PlayStation, diz Spencer, uma promessa que no entanto, não é totalmente verdadeira.

De facto, apenas algumas horas após as declarações de Spencer, Jim Ryan, o chefe da PlayStation, tentou esclarecer a situação:

"Eu não pretendia comentar sobre o que eu achava ser um assunto privado, mas senti a necessidade de colocar os relógios de volta no lugar quando Phil Spencer trouxe o assunto à tona. A Microsoft só ofereceu manter Call of Duty na PlayStation durante três anos após o actual contrato operacional entre a Activision e a Sony expirar. Após quase vinte anos do lançamento da franquia na PlayStation, a sua proposta parece-nos inadequada em muitos aspectos e não satisfaz a consideração dos interesses dos nossos jogadores. Queremos garantir que os jogadores da PlayStation possam ter a melhor experiência de Call of Duty possível, e a oferta da Microsoft frustra esse compromisso.”

Além das críticas aos três anos de disponibilidade além dos contratos actuais, Jim Ryan também parece querer bloquear o caminho para qualquer extensão, actualização ou qualquer outro elemento que reduza a versão PlayStation do jogo em comparação com a versão Xbox / computador.

Call Of Duty Next

Xbox não está a ser verdadeira em relação à disponibilidade do Call of Duty na PlayStation

Nas entrelinhas, podemos, portanto, ler também nestas observações uma crítica à disponibilidade do primeiro dia no Game Pass, observações francamente bastante atrevidas enquanto a PlayStation sempre fez tudo para que a versão PlayStation de Call of Duty tenha uma clara vantagem sobre a versão Xbox. Mas afinal, quando são os jogadores da consola concorrente que não têm acesso à "melhor experiência de Call of Duty possível", provavelmente é menos grave…

A verdade é que o grande chefe da Xbox está a fazer um papel de vitima quando na verdade está a ver um lobo com pele de cordeiro.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.