Huawei acusada de espiar residentes do Paquistão a pedido da China

Huawei acusada de espiar residentes do Paquistão a pedido da China

16 Agosto, 2021 Não Por Joel Pinto

Segundo está a ser avançado pelo Wall Street Journal, a Business Efficiency Solutions, uma empresa Californiana, está a acusar a Huawei de lhes ter roubado tecnologia e força-los a criar um backdoor nos seus produtos, e por esse motivo entrou com uma acção judicial num tribunal federal nos Estados Unidos.

Segundo a empresa Californiana, o grupo chinês obrigou-os a montar um sistema de recolha de dados, como parte de um projecto no Paquistão. A Business Efficiency Solutions e a Huawei desenvolveram um sistema de segurança com reconhecimento facial para uma grande cidade no Paquistão, Lahore. Ao desenvolver a rede, a Huawei insistiu em desenvolver uma cópia dessa rede para permitir que os computadores na China recolhessem dados em trânsito. E segundo a empresa, essa cópia permitiu que as autoridades chinesas apreendessem informações confidenciais sobre cidadãos, e funcionários, do governo em Lahore. Para convencer a empresa a colaborar, a Huawei ameaçou acabar com a parceria.

Entretanto a Huawei admite que tem acesso a uma cópia da rede, mas por outro lado, o grupo chinês garante que esta cópia está “isolada da rede activa do cliente” e, portanto, não permite que os dados sejam desviados remotamente.

“A Huawei respeita a propriedade intelectual de terceiros, e não há evidências de que a Huawei já tenha implementado um backdoor nos seus produtos”, afirma a Huawei.

Business Efficiency Solutions

Business Efficiency Solutions acusa a Huawei de espionagem

No entanto, Muhammad Kamran Khan, responsável pelo projecto em Lahore, abriu uma investigação sobre este caso agora relatado.

A verdade é que esta não é a primeira vez que a Huawei é acusada de inserir backdoors nas suas soluções. Em 2019, os Países Baixos acusaram a empresa de ter instalado backdoors em equipamentos de rede utilizados por operadores nacionais, como a Vodafone, KPN ou T-Mobile / Tele2. Muitos países expressaram as suas preocupações semelhantes, e esse terá sido um dos fortes motivos a que a Huawei tenha sido expulsa do lançamento 5G na maioria das nações da Europa.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.