Blizzard processa a Netflix: entenda os motivos

Blizzard processa a Netflix: entenda os motivos

7 Dezembro, 2020 0 Por Joel Pinto

Embora a Blizzard e a Netflix já tenham sido parceiros de negócio, para a adaptação da série das franquias Overwatch e Diablo, agora ficamos a saber que a editora está a processar a empresa num terreno totalmente diferente. É que a Blizzard está a processar a Netflix por causa de recrutamento ilegal. Estranho não é? Entenda melhor...

Em 2018, a Netflix abordou Spencer Neumann, CFO da Activision Blizzard, oferecendo-lhe uma posição equivalente na estrutura da empresa, com alguns benefícios adicionais, especialmente em termos de salário. Problema: nessa época, Spencer Neumann ainda era funcionário da Blizzard Activision, mas ainda assim aceitou o cargo do gigante do streaming. No entanto, o seu contrato estipulava, portanto, que ele ainda estava ligado à Blizzard Activision até 2021 e que, durante esse período, ele estava proibido de mudar de empregador, pelo menos sem negociar uma rescisão de contracto.

Netflix Blizzard

Spencer Neumann

Contratação de Spencer Neumann leva Blizzard a processar a Netflix

Spencer Neumann foi, portanto, despedido pela Blizzard Activision, enquanto assumia o cargo de CFO da Netflix em 2019. Como resultado, a Netflix, que foi informada da situação do executivo, e colocou-se de fora desse assunto.

Como tal, a Blizzard Activision abriu um processo legal contra a empresa de streaming por contratação ilegal de um funcionário vinculado por um contrato. O editor pede uma indemnização, cujo montante é desconhecido de momento, além disso, alguns elementos sugerem que a Netflix teria garantido a Spencer Neumann que a plataforma o iria proteger contra quaisquer consequências jurídicas, o que confirma que a empresa foi informada da situação contractual do seu novo funcionário.

FONTE