Autoridades antipirataria encerram o Movie2Free

Autoridades antipirataria encerram o Movie2Free

8 Novembro, 2019 0 Por Joel Pinto

Movie2Free é um conhecido site com milhões de visualizações diárias, e era até hoje um dos maiores sites de piratas da Internet, particularmente popular no sudeste da Ásia.
Agora, o Departamento de Investigação Especial da Tailândia confirmou o encerramento do site pirata mais popular do país. O portal de streaming foi encerrado após uma solicitação da Motion Picture Association (MPA). O operador do site, um homem de 22 anos, foi preso no início da semana, mas ainda não foi acusado.

Movie2Free encerra portas

Por cá não era um site muito conhecido, no entanto, estava listado entre os 15 principais sites mais visitados na Tailândia, sendo batido apenas pela Google, YouTube e alguns outros sites muito populares mundialmente.
Essa popularidade, num país com 70 milhões de habitantes, não passou despercebida às autoridades, nem aos estúdios de Hollywood. E essa foi uma das razões que levaram a MPA a listar o site como sendo um dos mais famosos sites de piratas, numa listagem foi foi apresentada ao representante comercial dos EUA.

"O site fornece acesso a uma variedade de conteúdo de filmes e TV e é repleto de anúncios de alto risco com malware", escreveu o grupo.

Movie2Free
Na ocasião, a MPA informou as autoridades locais sobre as actividades do site. Isso desencadeou uma investigação de alto nível pelo Departamento de Investigação Especial (DSI), que levou ao encerramento do site, informou o Bangkok Post.

O Movie2Free, que foi fundado em 2014, é de propriedade de um tailandês de 30 anos que mora no exterior do país. Ele contratou um operador, um homem de 22 anos do norte da Tailândia, que foi detido em sua casa, há alguns dias.

“A DSI descobriu que o homem tailandês que estava a executar o website de filmes pirata ... estava a viver no exterior,” disso o director-geral do DSI, Paisit Wongmuang. Acrescentando ainda: “o site usava equipamentos sofisticados que dificultavam o rastreamento das autoridades e instalava um servidor no exterior”.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos.