Atenção que a sua conta do WhatsApp pode ser banida: entenda os motivos

Atenção que a sua conta do WhatsApp pode ser banida: entenda os motivos

11 Dezembro, 2021 0 Por Joel Pinto

Utilizado o seu blog oficial, o WhatsApp anunciou guerra contra as aplicações clonadas. Esses substitutos para o WhatsApp, como os GB WhatsApp ou WhatsApp plus, oferecem funções adicionais que não são encontradas na aplicação oficial, já que por exemplo, permitem responder automaticamente a uma mensagem, ultrapassar a barreira das 250 palavras em mensagens agrupadas, enviar mais fotos ou ocultar avisos de recebimento.

Projectadas por terceiros e acessíveis apenas para download fora da Google Play Store, essas aplicações não oficiais pretendem ser extremamente populares e reunir milhões de utilizadores em todo o mundo. Apenas e aos olhos do WhatsApp, essas aplicações violam os seus termos de uso. Numa de suas páginas de ajuda, as equipas da aplicação do grupo Meta esclareceram a sua posição sobre o assunto:

"Aplicações sem suporte, como WhatsApp Plus, GB WhatsApp ou outras aplicações que afirmam transferir os seus chats do WhatsApp entre os seus telefones, são versões alteradas do WhatsApp. Essas aplicações não oficiais são desenvolvidas por terceiros e violam os nossos termos de uso. O WhatsApp não suporta essas aplicações porque não podemos verificar as suas práticas de segurança”.

WhatsApp mensagens dados termos

WhatsApp só permite a utilização da sua aplicação oficial

Na verdade, os utilizadores que usam esses clones agora poderão ver o acesso à sua conta “temporariamente bloqueado”. Para retirar essa restrição, terá que fazer login novamente na versão oficial do WhatsApp. No entanto, se persistir em usar essas aplicações de terceiros, poderá ser banido permanentemente:

“Se você não mudar para a aplicação oficial depois de ser temporariamente bloqueado, a sua conta poderá ser banida permanentemente e não poderá mais usar o WhatsApp”.

Como tal, se é utilizador do WhatsApp Plus ou do GB WhatsApp, o melhor é mudar para a aplicação oficial.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.