Armazéns da Amazon bloqueados por activistas anti-Black Friday

Armazéns da Amazon bloqueados por activistas anti-Black Friday

28 Novembro, 2021 0 Por Sandro Sotto

Diversos activistas anti-black friday decidiram apontar as suas miras conta a Amazon, mais propriamente para os seus armazéns, principalmente aqueles que estão localizados na Europa. Segundo esses activistas, a Amazon é um dos grandes responsáveis pelo incentivo ao consumo.

Por exemplo, em Londres, entre 20 e 30 membros da associação Labor Behind the Label manifestaram-se em frente à sede da empresa no país, gritando "Amazon, Amazon, não somos robôs." E a "acusar " a empresa americana, de "saquear o planeta" , "sorria, é Black Friday" ou mesmo "pare de roubar o salário dos trabalhadores". E isso é o que poderíamos ler nas placas levantadas pelos manifestantes. Um deles usava uma máscara de Jeff Bezos, o fundador e ex-chefe da amazon.

“A Black Friday é uma festa massiva para comprar coisas” enquanto “a emergência climática” exige, ao contrário, “coibir o nosso consumo”, denunciou Anna Bryher, activista da associação, julgando que a Amazon beneficia com a situação. “Durante muito tempo permitimos que grandes empresas como a Amazon violassem os direitos dos trabalhadores”, acrescentou ela.

black friday

Activistas tentam boicotar a Amazon na Black Friday

Por sua vez, Make Amazon Pay, uma coligação internacional de cerca de 40 organizações, incluindo Greenpeace e Oxfam, acusa o grupo de Seattle de colocar os lucros antes do bem-estar dos seus funcionários e apoia os funcionários. Que desejam manifestar-se contra as suas condições de trabalho.

Entretanto, a Amazon reagiu a este caso de interrupção dos seus armazéns por manifestantes contra a Black Friday.

“Levamos as nossas responsabilidades a sério, incluindo o nosso compromisso de alcançar a neutralidade de carbono até 2040”, disse um porta-voz. Ele garante que o grupo oferece "um ambiente de trabalho seguro e moderno" e apoia "dezenas de milhares de pequenas empresas que vendem na nossa plataforma."

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.