Apple está a preparar um sensor de pressão arterial para o Apple Watch

Apple está a preparar um sensor de pressão arterial para o Apple Watch

7 Janeiro, 2021 0 Por Joel Pinto

Geração após geração, o Apple Watch mostra o desejo da Apple de oferecer um companheiro muito completo quando se trata de monitorizar a saúde do utilizador. E parece que a empresa não está completamente satisfeita com o que já conseguiu, já que tem muitas ideias para futuras versões do seu relógio conectado. Rastrear a pressão arterial parece ser um ponto importante, e o próximo passo a seguir.

Desde o lançamento do primeiro modelo do Apple Watch, a Apple continuou a incorporar novos recursos de rastreamento de saúde. O smartwatch começou com um monitor de frequência cardíaca, acompanhado por um EKG e, mais recentemente, por um sensor de saturação de oxigênio no sangue. Portanto, não é nenhuma surpresa saber que a pressão arterial pode ser o próximo nessa lista.

Segundo as informações mais recentes, uma patente foi registada pela Apple a esse respeito. A empresa Cupertino está a considerar a ideia de incluir uma ferramenta de medição de pressão arterial diretamente no Apple Watch. Atualmente, essa possibilidade requer o uso de um dispositivo de terceiros e, na maioria das vezes, com um manguito através de oscilometria. Dito isso, esses dispositivos estão longe de ser portáteis, muito menos no pulso. Ter esse recurso diretamente num relógio simples pode ser muito útil, e ainda mais se for possível ler o valor instantaneamente. A Apple reconhece que um smartwatch pode não fornecer um valor muito preciso, portanto, pode fazer várias correções para melhorar o resultado.

pressão arterial

Apple Watch poderá em breve medir a pressão arterial?

Como todas as ferramentas de monitorização de saúde integradas ao Apple Watch, em qualquer caso, não se destinaria a substituir o equipamento de um profissional de saúde ou de um estabelecimento médico. Dito isso, eles estão a evoluir o suficiente para se ter uma ideia geral da sua saúde. E em caso de preocupação, valores muito altos ou muito baixos, o utilizador do relógio não hesitará em ir a uma consulta médica para realizar os exames adequados.

No entanto, não nos podemos esquecer que esta é apenas uma patente, e ninguém sabe se a Apple pretende, ou se conta com os meios técnicos necessários, para tornar isto numa realidade.