Android: Em 2019 Google Play Protect bloqueou quase 2 biliões de instalações de aplicações

Android: Em 2019 Google Play Protect bloqueou quase 2 biliões de instalações de aplicações

12 Fevereiro, 2020 0 Por Joel Pinto

O sistema de protecção do sistema operativo Android, o Google Play Protect, um sistema de protecção contra malware que está pré-instalado nos dispositivos com os serviços da Google, bloqueou durante o ano de 2019 mais de 1,9 biliões de instalações de aplicações maliciosas, de fontes não oficiais.

Isso significa que o ano de 2019 foi particularmente intenso, que que nos dois anos anteriores, a mesma plataforma bloqueou cerca de 1,6 biliões. E esse aumento sugere duas situações. Primeiro, o Play Protect está cada vez melhor a detectar e interromper a instalação de malware do que era nos anos anteriores. Segundo, também pode significar que cada vez mais utilizadores de smartphones Android estão a instalar aplicações infectadas através de fontes não oficiais.

Em 3 anos o Google Play Protect bloqueou mais de 5 biliões de instalações

A capacidade de detectar malware em instalações que não são da Google é um recurso recente do sistema operativo Android, que foi adicionado ao sistema em Maio de 2017. Antes disso, os utilizadores frequentemente acabavam por instalar aplicações com malware em lojas de terceiros, sites para adultos, sites de apostas online ou vários outros sites. Para combater essa tendência crescente, a Google lançou o Play Protect como um novo recurso que criaram directamente na aplicação oficial da Play Store.

Actualmente, o Play Protect possui vários recursos e funções, mas funciona efectivamente como um antivírus interno para dispositivos Android que receberam uma certificação para executar aplicações oficiais da Google.

Por padrão, o Play Protect verifica todas as aplicações instaladas num dispositivo em intervalos regulares para garantir que as actualizações não instalem malware. Alem disso verifica novas instalações, independentemente de onde estas sejam feitas.

Em 2017, o Google disse que o Play Protect verificou mais 50 biliões de aplicações por dia, uma taxa que manteve ao longo de 2018 também. Entretanto, em Novembro de 2018, a Google fez uma grande actualização ao serviço Play Protect, melhorando a sua base de dados de amostras de malware conhecido (PHA, aplicações potencialmente perigosos).

Isso foi feito ao procurar proativamente toda a Internet em busca de ficheiros APK e indexar aplicações mal-intencionados, em vez de esperar passivamente até que os utilizadores se deparem com uma má aplicação, como er antes.

Actualmente, a Google diz que a taxa de verificação diária do seu sistema dobrou. Numa análise do seu programa de segurança Android, publicado no Safer Internet Day (link na FONTE abaixo), a Google disse que o Play Protect agora verifica mais de 100 biliões de aplicações Android por dia.

O aumento nas verificações diárias equivale à crescente base de utilizadores do seu sistema operativo, mas também a uma melhoria no armazenamento de dispositivos, permitindo que os dispositivos armazenem mais aplicações do que antes.

O Google afirmou que actualmente o Play Protect está a ser executado em mais de dois biliões de dispositivos Android.

FONTE

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.