Android 14 chegará com suporte nativo ao codec AV1

Android 14 chegará com suporte nativo ao codec AV1

27 Dezembro, 2022 0 Por Joel Pinto

O suporte para o codec de vídeo AV1 pode muito bem ser imposto pela Google com o Android 14. O trabalho da empresa deixa claro que a descodificação pode muito bem ser uma necessidade com a futura atualização do sistema operativo.

A Google é um dos principais proponentes do AV1, um codec de vídeo isento de royalties altamente eficiente, e que é desenvolvido pela Alliance for Open Media, da qual a Google faz parte. Por exemplo, o YouTube já oferece conteúdo com este codec de vídeo. No entanto, o YouTube depende principalmente de outros codecs, incluindo o VP9, ​​porque muitos dispositivos ainda não são capazes de decodificar o AV1.

O AV1 tem a vantagem de ser mais eficiente que o H.264 e o H.265 (HEVC), por oferecer um algoritmo com melhor compressão. Assim, os ficheiros ficam menores sem ter uma má qualidade visual. Basta dizer que plataformas como YouTube e Netflix (que também testa o codec) gostou da ideia para armazenar mais ficheiros e limitar a largura de banda. Para os utilizadores, isso significa carregar vídeos menos pesados.

Quanto ao Android 14, trechos do Google deixam claro que o suporte ao codec pode muito bem ser uma necessidade. “Implementações de dispositivos portáteis e tablets devem suportar decodificação de AV1”, podemos ler.

O suporte ao codec AV1 pode ser uma das grandes novidades do Android 14

O problema é que o suporte é bastante limitado do jeito que está. No Android, o suporte está presente com o Snapdragon 8 Gen 2, o mais recente chip da Qualcomm que chegará aos smartphones topo de gama durante o ano de 2023. Também há suporte com o chip Exynos 2200, da Samsung, presente no Galaxy S22. Quanto à Apple com os seus iPhones, ainda não há suporte nativo.

A grande questão com o Android 14 será que tipo de descodificação será para o AV1: software ou hardware? Não temos atualmente uma resposta para essa questão.

FONTE

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.