Análise Sony HT-S2000: Som envolvente em 3.1 canais

Análise Sony HT-S2000: Som envolvente em 3.1 canais

18 Janeiro, 2024 0 Por Joel Pinto

Como podem ter percebido pelo titulo deste artigo, o mesmo é dedicado à nossa review da Sony HT-S2000, uma soundbar "básica" com 3.1 canais que foi anunciada no passado mês de maio. Trata-se de um modelo compacto e multifuncional com suporte para o Dolby Atmos e DTS: X, com efeitos de altura em ambos os formatos e som envolvente fornecido através de processamento virtual.

Estamos a utilizar a Sony HT-S2000 à sensivelmente três semanas, e agora chegou o momento de dar o nosso veredito sobre a mesma. Será que vale o valor que é pedido por ela? O seu som é bom? É isso que vamos decifrar nesta nossa review.

O que vamos conhecer nesta review?

Design

A Sony HT-S2000 é uma Soundbar compacta e completa com uma qualidade de construção que está um pouco acima da maioria dos produtos na sua faixa de preço, com o resistente corpo de plástico preto da Sony com uma grade de malha de metal na frente. As portas localizadas nos lados esquerdo e direito da soundbar permitem uma saída de graves melhorada, enquanto o design do altifalante X-Balanced alinha fisicamente os drivers e os woofers para reduzir a distorção.

Os seus controlos capacitivos estão localizados na superfície superior e permitem ajustar o volume e ligar-se a dispositivos Bluetooth, e há também um pequeno comando com controlos adicionais para alternar entradas, selecionar modos de equalização de som e ajustar o nível de graves. A soundbar fornece feedback visual para comandos através do seu display alfamérico no painel frontal. Esse recurso é algo que não encontra regularmente em produtos deste tipo, e é uma opção superior às habituais luzes LED básicas.

Sony HT-S2000

Configuração

A Sony HT-S2000 conta com única entrada HDMI que simplifica o processo de configuração. Basta liga-la à porta HDMI eARC (ou ARC) de uma TV, selecionar essa entrada na soundbar e estará pronto para começar. Outra opção é usar a entrada digital óptica, mas esse tipo de ligação não suporta Dolby Atmos ou o controlo HDMI-CEC que permite ajustar o nível de volume da soundbar utilizando o comando da sua TV.

A aplicação para smartphone da Sony, e Home Entertainment Connect, oferece uma variedade de opções de configuração para instalação inicial e desempenho. Este último inclui ajuste de sincronização A/V, ajuste automático de nível de volume e DTS Virtual:X para melhorar as bandas sonoras estéreo ou mono básicas.

O display alfanumérico do painel frontal da Sony HT-S2000 torna a sua utilização muito fácil, pois não fica a depender de uma sequência de LEDs a piscar para saber que entrada, ou modo de som, está selecionado. Não há suporte para assistente de voz como em algumas outras soundbars, mas imagino que esse não seja um recurso no qual a maioria dos utilizadores esteja interessado, especialmente ao utilizar o comando da TV para ajustar o volume.

Qualidade de som

Um dos principais benefícios da Sony HT-S2000 é a gestão de diálogos em filmes e séries. Assistindo a algumas cenas com muitos diálogos, como por exemplo no Top Gun: Maverick, as vozes pareciam limpas e consegui aumentar o volume para níveis relativamente altos sem parecer nervoso. Para efeito de comparação, troquei a Sony por um modelo de 2.1 canais e descobri que o diálogo na mesma cena de Top Gun: Maverick tinha um som significativamente menos limpo. A comparação demonstrou a vantagem de usar uma soundbar como a Sony HT-S2000 com um altifalante de canal central dedicado, um recurso que falta aos produtos com 2.1 canais.

Avançando para a cena do combate aéreo no mesmo filme, a Sony HT-S2000 classificou o diálogo, a música (The Who's Won't Get Fooled Again ) e os efeitos sonoros de uma forma impressionantemente clara. Havia também uma quantidade razoável de graves, o que realçava o som da bateria na música e acrescentava definição à trajetória dos aviões. O processamento virtual da soundbar fez com que os efeitos de altura em bandas sonoras Dolby Atmos, como no Top Gun, excedessem a altura do ecrã da minha TV. E embora a apresentação não tenha sido tão extensa como a que experimentei com soundbars com altifalantes Atmos dedicados, ela ainda teve um nível de imersão muito satisfatório.

A música também soou surpreendentemente bom na Sony HT-S2000, especialmente devido ao seu baixo preço. É possível ouvir estéreo simples com o processamento virtual desativo, mas pressionar o botão Sound Field no comando adiciona um nível de espaço que aumenta a separação estéreo sem fazer com que vozes e instrumentos pareçam artificiais. Igualmente importante, eleva a apresentação na dimensão vertical para que o som não pareça vir de uma barra horizontal localizada logo abaixo da TV.

Veredito Final Sony HT-S2000

Para uma Soundbar de 3.1 canais, a Sony HT-S2000 oferece som Dolby Atmos e DTS: X com um nível impressionante de imersão devido ao seu conjunto básico de altifalantes e de formato compacto. Muito disso deve-se ao processamento proprietário da Sony. A gestão muito clara dos diálogos e os graves acima da média desta HT-S2000 também indicam que a Sony dedicou muito do seu trabalho no seu design.

É verdade que as opções de conexão são básicas, já que conta com apenas uma porta HDMI juntamente com uma entrada digital óptica, e o Bluetooth é a única opção integrada para streaming de música sem fio. Mas dado o seu nível geral de desempenho, esta Sony HT-S2000 tem uma ótima relação custo-benefício. Como tal, a nossa nota para a mesma é:

Esta HT-S2000 foi-nos gentilmente disponibilizada pela Sony para que esta review pudesse ser realizada. Se quiser, pode aceder à página oficial do produto aqui. No momento em que este artigo está a ser escrito, a Amazon está com uma promoção no produto, se quiser aproveitar, só precisa de aceder aqui.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este é o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.

Informático de profissão, e apaixonado por novas tecnologias, desportos motorizados e BTT.