Análise Samsung Galaxy Buds +

Análise Samsung Galaxy Buds +

27 Março, 2020 0 Por Joel Pinto

Numa época em que cada vez são menos os smartphones que vêm sem a porta de 3,5mm para ligar os fones de ouvido, as fabricantes apostam cada mais nos seus próprios fones de ouvido true Wireless, e os mais recentes da Samsung são os Galaxy Buds +.

Pode pensar, e bem, que estes são uma evolução dos Galaxy Buds que foram lançado em 2019, mas estes novos foram ajustados pelo AKG, pelo menos no papel. Vamos ver o que dizem os testes.

Samsung Galaxy Buds +

Design

Tal como o seu antecessor, a Samsung conseguiu meter os Galaxy Buds + realmente pequenos e discretos. A unidade que recebi para teste, com a cor azul, tem um acabamento suave e brilhante, e com um design dignos de uns fones de ouvido premium.
Na sua embalagem vêm três pontas com tamanhos diferentes, e para diferentes ouvidos. Eu consegui arranjar uns que se adaptassem perfeitamente aos meus, mas a Samsung poderia disponibilizar mais alguns tamanhos, e até com materiais diferentes.

Os fones de ouvido vêm com o seu próprio estojo de carregamento portátil. Este estojo é realmente muito pequeno, e cabe em qualquer bolso. Os Buds são extremamente leves, e fácil de colocar, e usar.

Som

Este é certamente o ponto mais importante em todos os fones de ouvido. A primeira nota é que eles não contam com cancelamento de ruído activo, que é logo o primeiro ponto negativo que encontro nos mesmos... e que ponto negativo.
No entanto, eles produzem um som aberto e expansivo. Os baixos são ligeiramente audíveis, e os agudos estão realmente presentes gerando assim um equilíbrio geral no som.
No entanto, não noto grandes melhorias gerais se comparado com os primeiros Galaxy Buds.

Galaxy Buds + à esquerda e Galaxy Buds à direita

Estes Samsung Galaxy Buds + apresentam uma nova configuração de três microfones para atender chamadas telefónicas - um microfone interno e dois microfones externos. A nova configuração foi projectada para reduzir o ruído ao seu redor durante as chamadas. Os meus testes revelaram que o som é perfeito nas conversas, embora não sejam imunes ao ruído do vento.

Recursos

Estes Samsung Galaxy Buds + contam com umas impressionantes 11 horas de reprodução por carga, e a ausência do cancelamento de ruído deve ajudar muito a poupar a sua bateria. Se a bateria estiver fraca, uma carga de três minutos deverá ser suficiente para ouvir musica durante cerca de 60 minutos, e isto é extremamente útil, pelo menos para quem tem um smartphone compatível com o carregamento sem fio. Das poucas vezes que necessitei, usei o meu Galaxy S10+ para carregar um pouco a bateria dos mesmos, e em poucos minutos tive energia suficiente (nos fones) até que os colocasse de novo no carregador.

O estojo dos fones, e segundo a Samsung, fornece apenas uma carga completa aos Buds, o que significa que na teoria, podemos usar os Buds+ durante mais de 22 horas sem precisar de os colocar há carga. Eu não consegui essa autonomia, e o máximo que consegui foram cerca de 16 horas, mas acredito que continuamente seja possivel obter o valor anunciado pela Sul Coreana.

Para quem tem um smartphone Android, a instalação da aplicação Galaxy Wearable pode ajudar, e muito, na gestão dos fones de ouvido. Alem de ajudar a emparelhar os fones com o telefone, a aplicação mostra a energia restante para cada fone, além da bateria existente no estojo. Passa de verde (100%) para amarelo (cerca de 60% restante) para vermelho (menos de 30%).

O recurso de som ambiente dos Buds, amplifica a quantidade de ruído externo que pode ouvir, e conta com três níveis diferentes. Mantemo-lo desligado enquanto ouve, activando-o pressionando os botões quando necessário.
O ícone do equalizador da aplicação possui seis configurações diferentes: normal, amplificação de baixos, suave, dinâmico, Cristalino e amplificação de agudos. Experimentei todos eles durante os testes e achei o modo Normal, o mais equilibrado, mas depende sempre do estilo de cada um.

A Samsung equipou estes dispositivos com um recurso que permite procurar (um ou os 2 Buds) quando os perdemos. Active o 'Localizar os meus Auriculares' e eles emitem um som que parece ser um assobio, para que possa acha-los mais rapidamente.

Os Galaxy Buds + oferecem integração com o Spotify. Os utilizadores de smartphones Android podem activar o Spotify e iniciar a transmissão com um único toque num touchpad atribuído. Pressione novamente e o Spotify mudará para a faixa seguinte com base nas suas preferências de audição. E num modo geral, isto funciona muito bem.

Mas há um outro recurso importante que falta aos Galaxy Buds +, que é a capacidade de pausar a música automaticamente sempre que se remove um fone de ouvido. Também não há suporte ao aptX HD Bluetooth.

Veredicto final

A Samsung parece ter perdido aqui a oportunidade de fazer um produto diferenciado. Os Buds + contam mesmo com alguns pontos de melhoria se comparado aos Buds do ano passado, mas em termos de som não consigo sentir melhorias. A autonomia, e a qualidade de construção, foram realmente 1 ou 2 passos em frente, mas a ausência do cancelamento de ruído faz toda a diferença. Quem compra uns fones de ouvido deste género é para usar na rua, e é aí que o cancelamento de ruído faz toda a diferença... e porque a sua ausência acaba por estragar a experiência sonora, e é aqui que os seus rivais estão um passo mais à frente.

De resto nada a apontar, os fones são realmente muito confortáveis, mesmo em situações em que estamos a praticar desporto eles não caem do ouvido.

 

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.