Análise Asus Zenfone 7 Pro: Um topo de gama que vale a pena utilizar

Análise Asus Zenfone 7 Pro: Um topo de gama que vale a pena utilizar

7 Dezembro, 2020 0 Por Joel Pinto

Este final de ano tem sido um pouco intenso, e felizmente temos recebido muitos equipamentos para testar, e um desses equipamentos é precisamente o Asus Zenfone 7 Pro, que a par do Rog Phone 3 (que já estamos a analisar), é o actual topo de gama da empresa.

E antes de mais, este é um verdadeiro topo de gama que certamente não deixará ninguém mal visto, seja em que situação for. Ele conta com 8GB de RAM LPDDR5, suporte 5G, 256GB de armazenamento interno UFS 3.1, captura de vídeo de 8K e uma bateria de 5000mAh que dura mais de um dia todos os dias.

Design e ecrã

O ZenFone 7 Pro conta com um ecrã OLED de 6,67 polegadas com uma taxa de actualização de 90Hz. No entanto, ao contrário da grande maioria dos topos de gama actualmente no mercado, este equipamento permite que mantenha os 90Hz sempre activos, mas já sabe que isso irá sacrificar um pouco a sua bateria. No entanto, é inegável que isso torna a navegação, e a rolagem, muito mais suaves se comparado com outros equipamentos.

Eu adoro ecrãs grandes e penso que a sua resolução em FullHD + é mais do que suficiente para o telefone. Alem disso, este ecrã não conta com qualquer entalhe, já que ele tem três sensores fotográficos na traseira que os roda para a frente, e assim liberta todo o ecrã para uma experiência.

Em termos da qualidade do ecrã, e como se trata de um painel OLED, não deixa espaço para muitas duvidas quanto à sua qualidade, já que apresenta cores vivas e fidedignos e pretos realmente profundos. Alem disso, a utilização sob luz solar directa não apresenta qualquer problema.

A assistir a vídeos HDR é uma experiência envolvente e divertida, com cores e contrastes muito condizentes para um topo de gama.

Já em relação ao seu design, não há outra forma de o dizer: o ASUS ZenFone 7 Pro é um telefone alto, grosso e pesado. E não fosse o facto de ser tão grosso, o resto não me incomodaria muito. O seu peso extra deve-se ao tamanho da bateria e ao módulo da câmara, que ocupam muito espaço.

A Asus afirma que o mecanismo flip-up, das câmaras, foi melhorado em relação ao seu sucessor, e deve ser capaz de fazer 200.000 aberturas sem qualquer problema.

A unidade que recebi para testes conta com a cor preta com apontamentos em verde. Na parte superior do mesmo, apenas conta com um pequeno microfone. Na lateral esquerda temos a gaveta dos cartões SIM, enquanto na direita temos os botões de volume, e o botão Power que conta com o sensor de impressão digital integrado. Sim, o sensor de impressão digital deste telefone da Asus está montado na lateral, e ao fim de 2 dias de uso já estava completamente adaptado ao mesmo. E finalmente, na parte inferior temos uma porta USB do Tipo C, 2 microfones, um led de notificações e uma grelha de altifalante.

E como pode ter reparado, não conta com qualquer porta de 3,5mm para os fones de ouvido.

A sua traseira em vidro não é escorregadia, e o telefone na mão sente-se muito robusto. O único apontamento, é que a traseira é um autentico imane para as impressões digital, isto porque o telefone é de uma cor escura, e nota-se muito mais essas marcas.

Desempenho e Software

Tal como já tinha revelado, o ZenFone 7 Pro é um verdadeiro topo de gama, e conta com o melhor SOC da Qualcomm actualmente no mercado, o Snapdragon 865 Plus, que oferece uma experiência superior e mais rápida do que o Snapdragon 865, especialmente no departamento gráfico. Esse SOC é acompanhado por uns suficientes 8GB de RAM da mais rápida que existe actualmente no mercado, que é a LPDDR5, e uns brilhantes 256GB de armazenamento interno, também ele do mais rápido que o mercado tem, o UFS3.1.

O utilizador comum pode não notar a velocidade extra do Snapdragon 865 Plus se comparado com o seu antecessor, mas quem como eu analise equipamentos com muita frequência, sabe e nota que ele oferece uma experiência mais rápida no uso diário. As aplicações são iniciadas visivelmente de forma mais rápida, e a multitarefa é muito mais fluída. Os testes do Antutu não deixa espaço para duvidas, estamos perante um dos telefones mais rápidos do mercado.

Não há nada que possa executar neste telefone que o faça vacilar, tal como é normal em qualquer topo de gama. Qualquer jogo, mesmo os mais pesados, como o Fortnite, Call of Duty, ou PUBG são executados com a qualidade máxima, e sem qualquer tipo de dificuldade.

Em termos de software, no momento em que me encontro a testar este equipamento ele tem o Android 10 com o ZenUI, da ASUS. E foi assim que ele saiu de fábrica. É algo muito semelhante ao Android puro, mas tem alguns recursos de personalização adicionais, incluindo Game Genie, suporte com uma mão e opções de gestão de bateria de bateria.

As únicas aplicações que posso considerar ser bloatware, são o Facebook, Instagram e a Netflix. De resto, nada mais chega instalado de fábrica neste equipamento, excepto as habituais aplicações da Google, e uma galeria da própria Asus, mas isso não é bloatware.

Actualmente, ele tem o patch de segurança do sistema Android referente ao mês de Outubro de 2020, e é algo que me parece muito adequado.

Câmara

Este é definitivamente o ponto de maior destaque deste equipamento. E tal como já referi anteriormente, ele conta com  um sistema de triplo sensor num sistema flip camara. Na teoria, a qualidade fotográfica é a mesma para as fotos "normais" e selfie, já que até aí é possivel usar os seus três sensores.

O sistema em si não é uma novidade, já que o mesmo já tinha sido utilizado no seu antecessor, o ZenFone 6, e que no ano passado tivemos a oportunidade de testar, e podem ler a nossa análise aqui.

No entanto, neste novo equipamento a ASUS adicionou novos recursos, como o de panorama automático, um modo de rastreamento de movimento e um sensor de ângulo rápido. Pode até ajustar o ângulo das câmaras utilizado o botão de volume, mas isso já era possivel no seu antecessor.

Em relação à sua configuração, ele conta com uma lente grande angular de 64MP (Sony IMX686) com uma abertura f/1.8, uma lente telefoto de 8MP com abertura f/2.4 e zoom ótico 3x, ambos com estabilização ótica de imagem (OIS), juntamente com um sensor Ultra-Amplo com 12MP  (Sony IMX636) e com campo de visão de 113 graus e abertura f/2.2.

As fotos capturadas com a lente de 64 MP são agrupadas em pixeis para resolução de 16 MP. Mas de um modo geral, fiquei muito satisfeito com a qualidade, e a consistência, das fotos capturadas com as três lentes.
A câmara ultra-grande angular captura fotos macro a 4cm de distância com foco automático. Ela também possui um recurso HyperSteady que combina o campo de visão mais amplo com estabilização de imagem electrónica (EIS) para fornecer uma área de corte maior e compensar os tremores.

No geral, apesar das suas câmaras serem realmente muito boas, não conseguem acompanhar os altos padrões da Huawei, Apple e Samsung, mas não pense que vai perder muito se comparados com esses, porque a sua qualidade é realmente excelente, e só os utilizadores mais "puristas" vão conseguir decifrar diferenças.

E tudo o que foi dito acima é válido até para as fotos no modo selfie.

Em relação ao vídeo, o mecanismo dá mais algumas opções que podem ser aproveitadas pelos criadores de conteúdo e pelos vloggers.

Em termos de qualidade, ele suporta captura de vídeo com resolução de até 8K a 30fps com EIS da câmara principal. Mas também pode filmar com resolução de 1080p a até 60fps com o recurso HyperSteady na câmara ultra grande angular e resolução de até 1080p a 30fps da câmara telefoto.

E tal como já tinha informado, o Zenfone 7 Pro conta com três microfones que permitem aumentar a qualidade do áudio, reduzir o ruído do vento e fornecer gravação direcional, e isso é facilmente obtido activando esses recursos nas configurações.

Autonomia e Áudio

Se há algo onde a Asus realmente se costuma destacar, é na autonomia dos seus equipamentos, e neste Zenfone 7 Pro isso não é diferente, já que temos bateria de 5000mAh que é mais do que suficiente para 1 dia, 1 dia e meio com uso intensivo. E quando ele já está a pedir o carregador, podemos  carregá-la rapidamente em até 30W, mas infelizmente o carregamento sem fio não está presente neste equipamento.

A ASUS é um das poucas fabricantes a reconhecer que o carregamento lento pode ser muito benéfico para os seus aparelhos. E com isso em mente, a empresa incluiu um recurso de carregamento lento que beneficia imensamente a saúde da bateria a longo prazo.

No imediato não será notado qualquer diferença, mas a utilização desse recurso irá poupar a vida da bateria, que certamente lhe dará longevidade.

O ZenFone 7 Pro possui áudio estéreo fornecido por um altifalante superior e um altifalante na parte inferior. Ele é suficientemente alto, mas falta um pouco mais de baixos. Alem disso, notei que este som estéreo parece ser meio "deficiente", pois o altifalante superior não atinge os mesmos níveis de volume que o altifalante presente na parte inferior do equipamento.

Para ser sincero, raramente uso o altifalantes de smartphones, já que em 99,9% das vezes utilizo fones de ouvido sem fio conectados, como tal, para mim esse não é um grande problema.

Veredicto Final Asus Zenfone 7 Pro

Colocando tudo o que referi acima e o seu preço numa misturadora, temos uma mistura bombástica. Estamos perante muita tecnologia de ponta, mas que custa muito menos do que a grande maioria dos topos de gama dos concorrentes. No momento em que me encontro a escrever este artigo, podemos encontrá-lo à venda por €699, e dificilmente encontra um topo de gama com estas especificações com um melhor preço, no mercado.

Asus Zenfone 7 Pro

Eu gostei muito de usar este aparelho da Asus, em termos de velocidade e experiência geral, está entre os melhores que já utilizei. O seu ecrã não está ao nível de um topo de gama da Samsung, mas ainda assim é um ecrã excelente. O seu sector fotográfico não iguala os sensores de um topo de gama da Huawei, mas ainda assim a sua qualidade fotográfica é excelente.

Resumindo: É claramente uma das melhores relações de qualidade e preço que o mercado têm, e talvez apostando um pouco mais no marketing a Asus teria mais sucesso com este seu equipamento.

Como tal, a nosso pontuação para este equipamento é:

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.