Análise Asus ZenBook Duo 14: Dois ecrãs nunca são demais

Análise Asus ZenBook Duo 14: Dois ecrãs nunca são demais

6 Abril, 2021 0 Por Joel Pinto

A Asus já nos tem habituado à disponibilização de portáteis com 2 ecrãs, e um dos mais recentes é o Asus ZenBook Duo 14, o dispositivo de entrada desta série de equipamentos. E como devem ter percebido pelo titulo deste artigo, ele é dedicado a esse dispositivo, e o primeiro portátil de duplo ecrã que tivermos a oportunidade de testar.

Este ZenBook Duo 14 chegou a Portugal no passado mês de Fevereiro, e vem muito bem equipado, mas será que o suficiente para as necessidades dos utilizadores? É isso que vemos tentar decifrar nesta nossa análise.

Design e Ecrã

Tal como o seu nome sugere, este portátil vem com um ecrã principal de 14 polegadas, no entanto, o seu maior ponto de "destaque" é aquilo que a Asus chama de ScreenPad Plus, nada mais é que um segundo ecrã com 12,6 polegadas e que conta com uma resolução incomum, a de 1920x515 pixeis, e isso acontece por causa do seu formato. Já a resolução do ecrã principal, é a resolução FullHD, com os seus 1920x1080 pixeis.

Asus ZenBook Duo 14

Um dado muito interessante, é que o ecrã secundário sobe ligeiramente quando abrimos o portátil, e quando mais abrimos o ecrã principal mas ele também levanta, e isso é extremamente útil para melhorar o ângulo de visão. Mas melhorar o ângulo de visão não é a única funcionalidade, já que uma vez que o ecrã fica ligeiramente levantado, permite uma melhor circulação de ar no interior do portátil, que é algo muito importante para o seu arrefecimento.

O Chassi do portátil é construído numa liga de magnésio para manter o seu peso mais equilibrado, a tampa é embelezada com um design radial escovado centrado em torno do logótipo da Asus, trazendo um pouco de estilo para o dispositivo.

Para conseguir utilizar 2 ecrãs no mesmo dispositivo, a Asus teve de usar um teclado mais compacto, que eu pessoalmente tive muitas dificuldades em me adaptar. Isto porque o habitual touchpad, que normalmente fica abaixo do teclado, desta vez foi colocado na lateral direita, porque a parte de baixo do teclado não tem espaço para o colocar. Isso, para mim, causa os 2 principais problemas desta portátil. Primeiro, o teclado é muito apertado, e apesar de funcionar bem, em mais de uma semana de utilização, não me consegui adaptar ao mesmo. Segundo, não temos a habitual base que serve para apoiar os pulsos, o que torna muito cansativo para os mesmos quando passamos muitas horas a escrever.

Em relação à conectividade, nada está em falta, temos uma porta USB 3.1, duas portas USB Type-C com suporte para Thunderbolt 4, uma ligação HDMI, um leitor de cartão microSD, um conector de áudio, Bluetooth e suporte para o Wi-Fi 6.

Desempenho

O modelo que nos foi disponibilizado para análise, conta com um processador da Intel, o Intel Core i7-1165G7, que é acompanhado por 16GB de RAM e armazenamento interno de 1TB NVMe. Alem disso, ela conta com uma placa gráfica NVidia Geforce MX450, que é uma placa gráfica dedicada, mas da gama de entrada.

Bem, e tirando os jogos mais pesados, e eventualmente algumas aplicações em 3D muitos especificas, certamente não terá problemas de desempenho com este portátil. O Windows 10 Pro arranca em menos de 10 segundos e tudo flui muito rápida e sem qualquer engasgo. As aplicação, abrem de uma forma quase instantânea, e tudo é muito rápido em termos de processamento

Se pensa em fazer deste ZenBook Duo 14 o seu dispositivo para jogos, o melhor é encontrar outras soluções. Não quero com isso dizer que não permite que se jogue, já que consegue executar sem qualquer dificuldade alguns jogos como o Fortnite e o GTA V (e são só exemplos). No entanto, a parte gráfica não consegue acompanhar o desempenho do processador, da memoria RAM e do SSD, pelo que ela é o elo mais fraco deste conjunto.

Se pensa num dispositivo de produtividade, então estamos perante uma excelente máquina. Durante os nossos testes, chegamos a ter mais de 20 aplicações abertas em simultâneo (Word, Excel, 2 browsers, Microsoft Teams, Cisco Jabber, etc), e em momento algum sentimos algum tipo de lentidão.

Apesar de usarmos durante muitas horas seguidas, e de forma intensa, não verificamos qualquer tipo de aquecimento em excesso, e por isso a Asus está de parabéns. Não é fácil manter um processador destes devidamente refrigerado, num corpo tão compacto.

Autonomia

Este Zenbook Duo 14 tem uma duração de bateria decente o suficiente. Os laptops nesta categoria tendem a durar muito tempo, então a respeitável bateria de 70WHrs dura facilmente 11 horas com uso moderado. Naturalmente, o segundo ecrã é o principal culpado pelo consumo de bateria, então, considerando isso, ainda é positivo, no geral, que o portátil ofereça mais de 10 horas de autonomia com uma única carga. Essas 10 horas deverão ser mais do que suficientes para um dia de trabalho, mesmo que não seja tão longo como em alguns outros.

Alem disso, ele tem um carregador de 65W que utiliza a porta USB-C para carregar, e uma carga completa, em utilização dura pouco menos de 2 horas.

Veredicto Final Asus ZenBook Duo 14

Ter dois ecrãs num corpo tão compacto é realmente algo verdadeiramente interessante. E se esses dois ecrãs foram touch ainda torna isso mais interessante. E é isso mesmo que a Asus tem para oferecer neste Zenbook Duo 14, em que o ScreenPad Plus é realmente muito funcional, e só quem o tem sabe o jeito que ele dá.

Depois, ele conta com um design muito interessante, não muito grande, não muito pequeno, e também nada pesado, uma vez que estamos perante uma máquina com dois ecrã.

O seu desempenho é mais do que suficiente para satisfazer as necessidades da grande maioria dos utilizadores, mas mantenha-o afastado dos jogos que exigem muito do GPU, não foi para isso que ele foi desenhado.

No entanto, ele conta com alguns pontos negativos, que são o seu teclado, que é demasiado "apertado e compacto" que muitas vezes dificulta a sua utilização. E o mesmo é válido para o seu Touchpad que é muito estreito, apesar de que este ponto acabe por não ser muito problemático, uma vez que os 2 ecrãs são touch. No entanto, o facto de o teclado ser muito apertado, e não ter suporte para os pulsos, leva que muitas vezes começamos a sentir algum desconforto nos mesmos.

Assim assim, consideramos ser uma excelente escolha, e um excelente portátil, por isso atribuímos 4 estrelas (em cinco possíveis).

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.