AMD adia o lançamento do Ryzen 9 3950X para Novembro

AMD adia o lançamento do Ryzen 9 3950X para Novembro

23 Setembro, 2019 0 Por Joel Pinto

EDIT: Pouco depois deste artigo ter sido lançado, recebemos algumas informações oficiais por parte da AMD. Eles informam do seguinte:

Estamos a concentrar-nos para atender à forte demanda pelos nossos processadores AMD Ryzen de terceira geração no mercado e agora planeamos lançar o AMD Ryzen 9 3950X e os membros iniciais da família de processadores AMD Ryzen Threadripper da 3ª geração em volume em Novembro deste ano. Estamos confiantes de que, quando os entusiastas colocarem as mãos no primeiro processador de desktop de 16 núcleos do mundo, e na nossa próxima geração de processadores de desktop de última geração, a espera vai valer a pena.

Alem disso, a empresa revelou aquela que é a AMD partilhou a primeira imagem oficial do AMD Ryzen Threadripper de terceira geração, que pode ser visto aqui:

AMD Ryzen Threadripper 2019 - AMD adia o lançamento do Ryzen 9 3950X para Novembro

Artigo Original:

Muitos, com mais do que um pouco de legitimidade, argumentam que actualmente é um pouco difícil conseguir surpreender a linha de processadores HEDT da AMD. Com a linha Ryzen padrão a ter altos níveis de popularidade, a AMD está, com toda a sensibilidade, actualmente concentrada nos seus principais esforços de fabricação nesse aspecto específico do mercado.

Parece, no entanto, que essa mudança pode ter levado a uma vítima bastante infeliz, a AMD confirmou oficialmente o atraso da chegada do seu processador Ryzen 9 3950X, para Novembro.

lançamento Ryzen 9 3950X

Lançamento do AMD Ryzen 9 3950X está atrasado

Com a declaração que podemos ver acima, a AMD confirmou o atraso, embora tenha acrescentado a informação de que a "espera valerá a pena". Talvez não seja coincidência que a data de lançamento do Ryzen 9 3950X provavelmente corresponda, ou seja muito próxima, da confirmada recentemente para os lançamentos de terceira geração do Threadripper.

No entanto, também foram levantas algumas preocupações gerais sobre o actual problema das linhas de produção. Particularmente desde que o seu principal fabricante de chips, a TSMC, triplicou recentemente os prazos de entrega dos seus projectos de 7nm.

Pessoalmente, acho que os processadores HEDT baseados em servidor são um mercado importante, e crescente, para a AMD. Como tal, anunciar esse atraso não teria sido uma decisão fácil. Entretanto, acredito que é certo que eles enfatizem a produção na linha Ryzen de terceira geração padrão. Além disso, não faz muito sentido lançar um produto que vai à partida ter problemas com a sua disponibilidade.

Desde o lançamento da linha Ryzen 3XXX, a AMD (com uma taxa notável) conseguiu recuperar com sucesso os números de participação de mercado, que não eram vistos há quase 10 anos. É claro que é sempre decepcionante ver um lançamento atrasado. A AMD pode, no entanto, simplesmente estar a aproveitar as boas vendas que tem dito, e não querer lançar um processado que venha "destabilizar" as vendas dos outros.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos.