Activision pede desculpas pelos bugs do Warzone e promete corrigi-los

Activision pede desculpas pelos bugs do Warzone e promete corrigi-los

15 Janeiro, 2022 0 Por Joel Pinto

É muito comum associarmos as palavras bugs aos jogos do Call of Duty, é uma realidade que ninguém pode negar. No entanto, esses bugs afectam mais uns jogadores, e afectam menos outros.. ou alguns importam-se mais com eles do que outros.

Os vários programadores do Call of Duty tomaram nota da revolta dos jogadores nas redes sociais, e publicaram um comunicado de imprensa no qual pedem desculpas pelo sucedido. Os estúdios também anunciaram que as melhorias chegarão em breve.

"As nossas equipas estão a trabalhar arduamente para resolver os problemas no Vanguard, no Warzone e no Modern Warfare", diz o comunicado. “As actualizações serão lançadas o mais rápido possível. Queremos que todos tenham uma experiência perfeita, não importa em qual jogo, modo de jogo ou plataforma que esteja a jogar." A empresa também reiterou que o feedback dos jogadores foi “essencial” para o processo de desenvolvimento.

Activision

Activision promete corrigir os principais bugs do Warzone

A Activision aproveitou ainda o seu comunicado para falar mais sobre as várias correcções recentes, e futuras, para o Warzone e Vanguard. Isso inclui correcções para skins invisíveis e melhorias de desempenho na Xbox e na PlayStation. Quanto ao Vanguard, ele deve beneficiar de uma redução no número de rifles e uma selecção mais diversificada de mapas na rotação. Esperamos que o próximo jogo da saga, que pode ser um remake de Modern Warfare 2, conte com muito menos bugs.

Além dos bugs, a Activision também está em plena guerra contra os cheaters, que também estragam a experiência de muitos jogadores que jogam limpo. O estúdio também anunciou recentemente que os cheaters serão banidos para sempre de todos os jogos da franquia, o que significa que se for apanhado com cheats no Warzone, não poderá jogar Vanguard ou o próximo jogo que chegará este ano... como vai fazer isso? Ainda não sabemos, mas bloquear pelo macadress do dispositivo é uma possibilidade.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.