Acer vitima de grande ataque cibernético

Acer vitima de grande ataque cibernético

9 Março, 2023 0 Por Joel Pinto

Nas ultimas horas surgiram informações que davam conta de que a Acer havia sido vitima de um grande ataque informático. Pouco tempo depois, a empresa confirmou que sofreu um ataque cibernético que levou ao roubo de vários dados internos.

E apesar de a empresa não ter dado grandes detalhes, um hacker chamado Kernelware colocou à venda um ficheiro com 160GB, quem conta com 2.869 ficheiros organizados em 655 pastas, que diz ser da Acer.

Felizmente entre os dados não parecem existir dados pessoais dos clientes, mas informações como:

  • Slides e apresentações confidenciais
  • Manuais técnicos reservados ao pessoal
  • Dados de infraestrutura de back-end
  • Documentos de produtos confidenciais
  • Chaves de produtos digitais de substituição
  • Windows Imaging Format (WIM), Windows System Deployment (WSD) e ficheiros de imagem ISO
  • Componentes de BIOS
  • Ficheiro ROM

Como prova da validade dos dados, o hacker divulgou diversos dados do monitor V206HQL, incluindo algumas imagens do seu manual técnico, definições de BIOS e documentos confidenciais. O hacker não indicou publicamente um preço e disse que só aceitará pagamentos com a criptomoeda Monero e apenas através de um intermediário.

Acer volta a ser vitima e um ataque

A Acer diz que apesar das investigações ainda estarem em andamento, é improvável que dados pessoais de clientes tenham sido roubados, simplesmente porque o servidor que foi hackeado não continha qualquer dado dos utilizadores.

Vale ressaltar que não é a primeira vez que a Acer sofre ataques desse tipo – em 2021 foi atingida pela primeira vez por um ransomware que exigia um resgate de 50 milhões de dólares, e alguns meses depois o seu servidor para serviços de pós-venda foi hackeado, dos quais 60 B de dados foram roubados.

Talvez a empresa precise de investir um pouco mais em segurança.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.